A família da formiguense Lais Khouri foi encontrada morta, por volta das 7h da manhã desta segunda-feira (29) na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Nabor Coutinho Oliveira Junior, ex-gerente de Marketing Sênior de Serviços Inovadores da operadora de telefonia TIM Brasil, teria matado a mulher, Lais Khouri, e pulado do 18º andar do Edifício Lagoa Azul, no condomínio de luxo Pedra de Itaúna, na Avenida das Américas, 11391.

Os filhos do casal, Arthur, de 7 anos, e Henrique, de 10, teriam sido atirados ou forçados pelo pai a pular e também morreram.

Os corpos foram encontrados na área do condomínio. O executivo teria deixado uma carta relatando problemas profissionais e temor quanto ao futuro. Em um dos trechos está escrito: “Sinto um desgosto profundo por ter falhado com tanta força, por deixar todos na mão mas, melhor acabar com tudo logo e evitar o sofrimento de todos”. A carta será submetida à perícia pela Delegacia de Homicídios.

A formiguense, Lais Khouri, foi encontrada morta dentro do apartamento (Foto: Reprodução / Facebook)

Nabor trabalhou na Tim Brasil até junho. De acordo com as informações em seu perfil no Facebook, ele estudou Engenharia de Software na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Gestão de Negócios no Ibmec RJ.

Carta foi encontrada no apartamento da família (Foto: Reprodução)

 

Fonte: O Tempo e G1||

Comentários
COMPATILHAR: