O feriado de Tiradentes já registrou pelo menos três mortes nas estradas federais e estaduais que cortam Minas Gerais. O último deles foi registrado no início no domingo (19) na BR-251, próximo à Salinas, na região Norte do Estado.
As informações da PRF dão conta que a batida aconteceu na altura do km 316 por volta de 5h30, em um local onde fica uma reta. Eduardo Ramos Albuquerque, de 38 anos, estava sozinho em um Fiat Siena com placa de Barbacena. O veículo invadiu a contramão da rodovia e acabou batendo de frente com um ônibus de viagem. Ele também atingiu uma caminhonete. O motorista do Siena faleceu no local, nenhum passageiro do coletivo e da caminhonete ficaram feridos.
Já na MG-229, na altura de Conceição do Mato Dentro, na região Central do Estado, o motorista de uma Fiat Strada, que não teve o nome e a idade divulgados, morreu após capotar o carro na madrugada deste domingo.
Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), havia muita neblina na rodovia no momento do acidente. O condutor teria tentado fazer uma ultrapassagem quando perdeu o controle da direção, caiu em uma canaleta e capotou o carro.
A vítima foi socorrida para o pronto atendimento do município, entretanto, não resistiu e faleceu antes mesmo de dar entrada na unidade de saúde. Ainda de acordo com a corporação, a pista chegou a ficar fechada, mas sem prejudicar o trânsito devido ao horário em que ocorreu, de pouca movimentação.
Tabuleiro
Já no sábado (18), um motociclista de 51 anos morreu após bater de frente com um carro na MG-133, próximo à Tabuleiro, na Zona da Mata. De acordo com o 1º Pelotão Rodoviário da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (PM) de Juiz de Fora, o acidente ocorreu por volta das 21h30 na altura do km 12 da rodovia. O motorista da motocicleta, Bras de Oliveira, invadiu a outra pista e atingiu um Volkswagen Saveiro de frente. Bras de Oliveira que era natural de Tabuleiro morreu no local do acidente. O motorista do carro de passeio não chegou a ficar ferido.
O trânsito também ficou parcialmente impedido na estrada, porém, não chegou a ter retenções.

Comentários
COMPATILHAR: