Já chega a 38 o número de mortos nas rodovias que cortam o Estado desde o início do feriado prolongado, que teve começou no dia 19. Um acidente complicou o trânsito durante todo este sábado (27) na BR-381, em Caeté, na região Central do Estado.
O último acidente com mortos foi registrado na noite de quinta-feira (25) na BR-135, em Bocaiuva, no Norte do Estado. Quatro pessoas da mesma família, entre elas uma criança de 1 ano e 10 meses, morreram e outras quatro ficaram feridas. Uma ultrapassagem proibida pode ter causado a colisão frontal entre um caminhonete e um carro de passeio.
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu na altura do KM 428, na zona rural da cidade, por volta de 23h40. A suspeita é de que a caminhonete Toyota Hilux com placa de São José dos Campos (SP) tenha invadido a contra-mão e atingido em cheio um Chevrolet Celta com placa de Ribeirão das Neves. O local é de faixa contínua, que indica a proibição da ultrapassagem, ainda conforme a corporação. Não chovia na região na hora do acidente.
Um balanço parcial foi divulgado nesta sexta-feira (26) pela Polícia Rodoviário Federal indicando que 23 pessoas morreram e 419 ficaram feridas nos 498 acidentes registrados em estradas federais que cortam Minas Gerais durante o feriado de Natal. Os números compreendem os dias 20 a 25 de dezembro.
A corporação registrou redução de 51% no índice de acidentes graves (aqueles onde houve ao menos um ferido grave ou um óbito), registrando o número de 3,25 acidentes graves por milhão de veículos em circulação. Com essa queda, também foi registrada uma diminuição de 16% no índice de mortalidade nas estradas brasileiras, registrando um total de 2,1 mortes por milhão de veículos.

Comentários
COMPATILHAR: