Devido ao aumento de vendedores ambulantes no Centro de Formiga, representantes da Acif/CDL e vários filiados às entidades se reuniram com o prefeito Moacir Ribeiro e com o secretário de Planejamento, Rafael Alves Tomé, na terça-feira (1º).

Os comerciantes da cidade solicitaram ao prefeito, o aumento na fiscalização do comércio ambulante. As entidades argumentam que, com a vinda de inúmeros ambulantes de várias cidades vizinhas, é gerado um prejuízo muito grande para as empresas locais. Segundo as entidades, esses vendedores não pagam impostos nem geram empregos, o que prejudica as empresas que estão em dia com seus tributos, funcionários, aluguéis, contas de água, luz, telefone, dentre outros.

O prefeito Moacir disse que estudará uma maneira para que a Prefeitura possa liberar os alvarás para os vendedores ambulantes que já trabalham na cidade, com o pagamento dos devidos impostos. A ideia também é demarcar o local onde poderão trabalhar; assim os dois lados não ficariam prejudicados.

 

De acordo com Rafael Alves Tomé, a secretaria já está elaborando um projeto de lei de regulamentação do comércio ambulante na cidade. “Nosso objetivo não é prejudicar os vendedores ambulantes e, sim, resolver esse conflito. Ambos precisam trabalhar e cabe à Prefeitura, em conjunto com a Câmara, regulamentar essa questão, permitindo que as pessoas trabalhem, mas que também paguem os impostos fixados na lei”, comentou.

Redação do Jornal Nova Imprensa Fonte: Prefeitura de Formiga

Comentários