É comum notarmos produtos piratas serem comercializados em vários pontos em nossas cidades. Mercadorias saídas de grandes centros passam por vários municípios da região. Mas com o trabalho da polícia, muitos desses produtos saem de circulação antes mesmo de chegar ao destino.
Cigarros, máquinas de caça níqueis, CDs e DVDs piratas. Em todo o país, até agosto deste ano foram mais de R$880 mil em mercadorias ilegais. A Receita Federal registrou um aumento de quase 30% no número de produtos apreendidos. Minas Gerais é um dos estados que mais registra apreensões. Os produtos são levados até que saia uma decisão judicial.

Comentários