Com o intuito de facilitar a prestação de serviço à população formiguense, a administração municipal está implantando o Sistema de Gestão de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que estará disponível na internet.
O Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) foi a empresa vencedora da licitação para instalar o novo sistema no município.
O método disponibilizará os seguintes serviços: emissão de Notas Fiscais Eletrônicas, recibo Provisório de Serviços, impressão de Guias de Recolhimento via Internet, registro auxiliar de Nota Fiscal de Serviços (para prestadores de outros municípios), entre outros.
A implantação do ISSQN propiciará uma melhora no processo de controle fiscal, beneficiará o contribuinte na utilização da Nota Fiscal Eletrônica, facilitando o processo de gestão contábil e simplificação de obrigações acessórias.
Em breve, estará disponível no site oficial da Prefeitura de Formiga o link que dará acesso às facilidades relacionadas à Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e).
O cadastramento eletrônico deverá ser feito entre 12 de setembro e 31 de outubro, sendo que a partir de 1º de novembro será emitida somente a NFS-e, de acordo com representantes do Ibam.
Reunião
Na quarta-feira (24), representantes da Prefeitura em parceria com o Ibam e membros da Tecnologia em Gestão Municipal (Gestec) promoveram uma palestra para contabilistas de Formiga e cidades vizinhas. O objetivo foi apresentar o Sistema de Gestão de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).
Estiveram presentes no evento cerca de 80 profissionais na área da contabilidade de Formiga, Arcos e Pains.
Treinamento
Está agendado para a próxima segunda-feira (29) um treinamento gratuito para os contabilistas de Formiga e região. Durante esse treinamento, os participantes aprenderam na prática o funcionamento do ISSQN Digital. O treinamento será ministrado no Centro Municipal de Apoio a Aprendizagem (Cemap), localizada à rua Alderico Nogueira, 470, no bairro Sagrado Coração de Jesus, em dois horários, às 9h e às 14h.

Comentários