Dois advogados morreram em um trágico acidente no porto que faz a travessia Delfinópolis/Cássia, na Represa do Rio Grande, no Sudoeste de Minas, na noite desse domingo (16).

A caminhonete em que estavam os advogados João Venâncio da Silva, de 65 anos, e Edna Ferreira Lara Oliveira Fernandes, de 49, aguardava para embarcar na balsa e caiu dentro da represa.


João Venâncio dirigia a caminhonete e estava na fila para embarcar quando, por motivos ignorados, acelerou com a caminhonete, cortou a fila e foi em direção à água.

O veículo teria ficado a oito metros da margem e a cerca de três metros de profundidade. O casal foi retirado da água e morreram no local.

Os dois passaram o dia juntos, aproveitando os momentos de lazer. Edna chegou a postar em suas redes sociais uma foto num restaurante na beira da represa e escreveu: “Domingo em ótima companhia”.

Uma outra balsa foi acionada para continuar os trabalhos da travessia, devido à fila de veículos que se formou no local. No domingo, o movimento naquele horário é intenso.


A tragédia comoveu os moradores da região. João Venâncio era de Cássia e presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Edna morava em Ibiraci.


O velório de João Venâncio será das 16 às 18h desta segunda-feira (17), no Velório Municipal de Cássia; o de Edna será das 15h às 17h, no velório de Pratápolis, cidade em que ela nasceu.

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: