Na reunião da Câmara Municipal, na segunda-feira (2), estiveram presentes os agentes de saúde, da Prefeitura de Formiga, Ismael Geraldo (coordenador de endemias) e André Paixão (educador de saúde).
Eles falaram aos vereadores e ao público presente sobre a situação da dengue e os trabalhos de prevenção realizados no município.
Segundo explicações de Ismael Geraldo, no ano passado foram registrados 514 casos suspeitos da doença. Deste total, 91 deram negativo e 54 positivo, os demais pacientes não fizeram o exame após a melhora do quadro. Mas neste ano, o Levantamento de Índice Rápido (LIRAa) apresentou números preocupantes; um índice de infestação predial de 6,7. As estatísticas apontam que, com resultados entre 0 até 0,9, o município enquadra-se em situação de baixo risco; de 1,0 a 3,9, é médio risco; e acima de 4,0, é considerado alto risco.
?Estamos trabalhando muito pra reduzir esse número. O Estado pede para fazermos 15 campanhas no ano, em 2014 fizemos 38 ações. No ano passado, praticamente conseguimos limpar a cidade em relação a pneus velhos. Mas a maioria dos focos está dentro das residências, o que foi apontado pelo LIRAa?, explicou Ismael.
Na semana passada, ocorreu uma reunião com representantes de dez cidades da região. Será feito um comitê em Formiga, com a participação de 12 cidades, para debater sobre o assunto e os municípios trabalharem em conjunto. Já está agendado outro encontro para o dia 10 de fevereiro.
Ismael Geraldo falou ainda, sobre o trabalho feito na região do Lago de Furnas. ?Também fazemos um trabalho na região de Furnastur, Ponte Vila e Náutico, isso ocorre 6 vezes ao ano. Encontramos larvas do mosquito nesses lugares também?.
Já André Paixão lembrou sobre as atividades educativas no combate à dengue e também o cuidado com a água parada nas residências. ?Fazemos esse trabalho de conscientização com a população e, infelizmente, muita gente não dá importância. O problema existe e a população tem que ajudar nesse combate. As pessoas estão acumulando água dentro de casa, armazenam, mas não da forma adequada. Durante as visitas domiciliares encontramos muitas larvas do mosquito da dengue nesses reservatórios. Fizemos esse trabalho com as crianças, nas escolas, e o resultado foi de 100%. Eles cobram dos pais sobre o combate à dengue?.
Os interessados em fazer denúncias e reclamações podem ligar no 3329-1143.
Dengue em Formiga
Vale lembrar que a cidade de Formiga encontra-se em estado de alto risco de epidemia de dengue, de acordo com o LIRAa.
O levantamento foi realizado entre os dias 13 e 16 de janeiro e o índice de infestação predial de 6,7, foi quase o dobro do constatado na mesma época no ano passado que foi de 3,6.
O trabalho foi realizado em 1.798 imóveis, entre residências, terrenos baldios, estabelecimentos comerciais e outros. A maioria dos focos foi encontrada nas residências.

Comentários
COMPATILHAR: