Levar o conhecimento acadêmico até as escolas de ensino fundamental e ensino médio, debatendo diversos temas relacionados à saúde é um dos objetivos do Projeto Universidade na Escola, desenvolvido pelo Unifor por meio do curso de enfermagem.
Na semana passada, um grupo de alunas do 7º período do curso de enfermagem fez a primeira atividade do projeto. Na oportunidade, as acadêmicas estiveram na Escola Estadual Doutor Abílio Machado (Polivalente) e abordaram o tema sexualidade.
De acordo com a professora Renata Michel Araújo, coordenadora do Projeto Universidade na Escola, esta é uma forma de exercer a enfermagem como profissão autônoma e de levá-la para as escolas. Ela explicou que a escola Abílio Machado foi a primeira escolhida porque foi identificado que a maioria das crianças e adolescentes da área de abrangência do posto de saúde Água Vermelha, no qual o Unifor está vinculado, estudam nessa instituição de ensino. Segundo a coordenadora, a próxima escola a receber o projeto deve ser o Colégio de Aplicação.
O projeto vale também como avaliação para as acadêmicas de enfermagem e, conforme com a coordenadora, pode ser ampliado para outros cursos.
O projeto
O tema sexualidade foi escolhido pela sua importância e em função dos diversos questionamentos dos adolescentes sobre o assunto. Assim, eles têm a oportunidade de esclarecer suas dúvidas.
Por meio de dinâmicas, as acadêmicas, acompanhadas da coordenadora do projeto, passaram nas salas de aula e permitiram que os alunos do Ensino Fundamental e do ensino médio fizessem perguntas sobre paternidade e maternidade, métodos contraceptivos, uso de anticoncepcionais, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST?s), gravides na adolescência, dentre outras.
Os alunos se mostraram bastante interessados e demonstraram que, embora tenha conhecimento sobre muitos assuntos acerca da sexualidade, são cheios de dúvidas. Eles mostraram ainda que têm muita preocupação com relação ao tema, principalmente sobre as DST?s e gravidez indesejada.
Ao final das dinâmicas, a professora Renata Michel Araújo agradeceu a atenção e interesse dos alunos e enfatizou que a parceria por meio do Projeto Universidade na Escola deve continuar e que os alunos devem ser multiplicadores dos saberes adquiridos durante as explicações.

Comentários
COMPATILHAR: