Em comemoração à Semana Nacional do Excepcional, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Formiga realizará no período de 21 a 28 de agosto diversas atividades (confira a programação no download).
Desde 1964, quando foi instituída a Semana do Excepcional, ela é promovida anualmente e cria uma grande mobilização nacional em torno das pessoas portadoras de deficiência. Além disso, permite uma maior sensibilização e conscientização da sociedade brasileira e dos governos em favor da busca pela garantia de direitos da pessoa com deficiência e de sua inserção efetiva nos contextos social, cultural, educacional e político do cenário nacional.
Neste ano, a Apae promoverá a campanha ?Acessibilidade para o deficiente intelectual?. Este tema tem como objetivo ajudar o deficiente por meio da inclusão de rampas, elevadores, banheiros adaptados e barras de apoio. Como ressalta a diretoria da entidade, a acessibilidade não consiste em apenas esses fatores, mas também visa o convívio com as pessoas com deficiência e o acesso até elas.
Desta forma, a campanha de comunicação da Semana Nacional do Excepcional deste ano propõe uma mudança de postura da sociedade, para que ela tenha uma nova atitude com relação às pessoas portadoras de deficiência intelectual.
Criada pela premiada agência brasiliense Bees Publicidade, a campanha conta com diversas peças de comunicação: spot para rádio, cartaz, panfleto, outdoor, anúncios de jornal, revista e internet. Dentre as possibilidades de ação, com base no tema da acessibilidade, a Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) sugere algumas ações que podem ser amplamente empreendidas em cada unidade, de forma a explorar o importante papel que as pessoas com deficiência têm na ocupação de espaços individuais, coletivos, políticos e estratégicos, na busca do acesso e respeito aos seus direitos.
Apaes de todo o Brasil mobilizam suas comunidades com várias atividades: ações inclusivas, de fortalecimento do vínculo com as famílias; formação de lideranças; ações de controle social; qualificação profissional; promoção da saúde; socialização; divulgação; eventos culturais e artísticos.
Nos dias 20 e 21 de agosto, a Câmara dos Deputados irá ceder espaço para a realização de palestras e discussões sobre a deficiência intelectual, quando serão tratados temas como a família, autogestão e protagonismo social, educação profissional, dentre outros assuntos de grande relevância para a criação de uma sociedade justa e igualitária. Além das palestras, estão previstas algumas apresentações artísticas.
Segundo o Presidente da Federação Nacional das Apaes, Eduardo Barbosa, a comemoração tem o objetivo de reforçar a importância das leis e das políticas públicas na promoção da garantia da igualdade social, mas adverte que a atitude de cada um é muito importante para uma mudança efetiva. ?A idéia de escolher a acessibilidade como tema do an, tem nos trazido bons indícios de que no cotidiano as palavras acessibilidade, igualdade de oportunidades e inclusão vem sendo usadas como sinônimos. No entanto, é bom ficarmos atentos, uma vez que, na prática, criar oportunidades iguais nem sempre implicará em acessibilidade e/ou inclusão?, ressalta.
No Brasil existem 2.047 Apaes, além de 23 Federações Estaduais e uma Federação Nacional.

Comentários
COMPATILHAR: