O atleta formiguense Glauber Lopes, que faz parte da equipe Tatame do Bem, estreou com o pé direito no octógono. Juntamente com os atletas Fernando Silvério e Maycon Cândido, ele participou no sábado e domingo (15 e 16), do BH Esparta 5.

O evento de MMA foi realizado no BH Fight, em Belo Horizonte. Os atletas concorreram na categoria MMA Amador.

Segundo o presidente do Tatame do Bem, Rodrigo Assalin, Glauber venceu a luta nos 40 segundos do primeiro hound. Ele enfrentou Sérgio Felipe, da equipe ASL Team, e apresentou um excelente desempenho, trabalhando a técnica do muay thai.

O juiz paralisou a luta, após o adversário não reagir, diante da sequência de golpes aplicados pelo atleta do Tatame do Bem.

Fernando Silvério representou com muita garra a equipe, porém não conseguiu trazer a vitória para o projeto, apesar de ter se preparado muito para a competição. Ele foi surpreendido pelo adversário e acabou sendo derrotado. Já Maycon Cândido não lutou por desistência de seu oponente.

“Nada mau para uma estreia no esporte que vem ganhando o cenário mundial, que é o MMA. Levamos três de nossos melhores atletas e o Glauber nos presenteou com essa vitória e nosso atleta Fernando Silvério fez uma luta de um verdadeiro guerreiro. Aprendemos muito em uma competição de alto nível, foram três meses de muito trabalho, que valeu a pena pelo resultado alcançado. Não podemos deixar de agradecer a todos que ajudaram nesse desafio, ao Patronato São Luiz pelo total apoio e confiança depositada em nossos atletas, além da preparação física do professor Bruno Medeiros, que fez toda a diferença”, declarou o presidente do Tatame do Bem, Rodrigo Assalin.

 

MMA

O MMA, do inglês Mixed Martial Arts, ou artes marciais mistas, inclui tanto golpes de combate em pé, assim como técnicas de luta no chão. Pode ser praticado como esporte de contato  ou em torneios. Nele são utilizadas técnicas diversas como golpes utilizando os punhos, pés, cotovelos, joelhos, além de técnicas de imobilização, como lances e alavancas. 

esparta 1 02

 

Confira a luta 

 

Redação do Jornal Nova Imprensa Tatame do Bem

Comentários