Os beneficiários do programa Bolsa Família têm até o dia 31 de outubro para atualizar o cadastro. As famílias que não respeitarem o prazo podem confirmar os dados em novembro e dezembro, porém com o benefício bloqueado.
?A partir de janeiro de 2011, ele será cancelado para todos os que não foram localizados ou não compareceram [às prefeituras]?, afirmou a secretária nacional de Renda de Cidadania do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), Lúcia Modesto.
De acordo com a secretária, na parte superior do comprovante de recebimento do benefício consta um aviso da necessidade de atualização. Em entrevista à Rádio Nacional, a secretária explicou que as informações, revisadas a cada dois anos, permitem o acompanhamento da situação da família. Os beneficiários devem informar dados como mudança de endereço, renda mensal ou quantidade de membros da família.
Lúcia Modesto destaca que o atendimento aos beneficiários é organizado de forma diferenciada por cada município, portanto, eles devem procurar as prefeituras. ?No Distrito Federal, por exemplo, isso está sendo feito em alguns postos da Sedest [Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda do Distrito Federal]?, acrescenta a secretária.
Entre janeiro e maio deste ano, 215.585 cadastros foram atualizados, o número que representa 18% do total de famílias que precisam fazer a revisão dos dados. Ainda faltam 936.450 mil. Para garantir o benefício, as famílias também precisam manter os filhos na escola e a agenda de saúde em dia. O programa de transferência de renda repassa R$ 1,2 bilhão para 12,7 milhões de famílias.

Comentários