No dia 5 de novembro será realizada em Viçosa, uma Audiência Pública Conjunta para discutir o controle ético da população de cães e gatos e a necessidade de políticas públicas para o controle e tratamento adequado desses animais.

Voltando para integrantes de entidades governamentais protetora de animais, profissionais, estudantes e demais interessados, o evento reunirá representantes dos municípios que integram as comarcas de Viçosa, Ubá e Visconde do Rio Branco.

A promotora de Meio Ambiente de Formiga, Luciana Imaculada de Paula, que também coordena o Grupo Especial de Defesa da Fauna (Gedef) estará presente para dar a sua contribuição na discussão. Outros três promotores de Justiça e uma procuradora da República também estarão presentes na audiência.

A inciativa é do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) – por meio do Grupo Especial de Defesa de Fauna (Gedef), da 2ª Promotoria de Justiça de Viçosa, da 5ª Promotoria de Justiça de Ubá e da 3ª Promotoria de Justiça de Visconde do Rio Branco – e o Ministério Público Federal (MPF) – por meio da Procuradoria da República em Viçosa.

O evento ocorrerá na Câmara Municipal de Viçosa (na praça Silviano Brandão, 5, Centro) a partir das 14h. As inscrições para debatedor poderão ser feitas presencialmente, no dia e local da Audiência Pública até o início dos trabalhos. 

O objetivo do evento é reunir protetores para a troca de experiências e oferecer informações técnicas para o bom desempenho das atividades de resgate e manutenção de cães e gatos, bem como de proteção pessoal. 

Redação do Jornal Nova Imprensa Ministério Público

Comentários