O único banco de leite materno do Norte do de Minas Gerais precisa de ajuda. Por causa da época de férias, a média de quase 40 doadoras por mês chegou a um nível preocupante. A coordenadora do Banco de Leite em Belo Horizonte, Maria Hercília Barbosa, disse que a capacidade de estoque está em apenas 60% do ideal ? que seria de pelo menos 300 litros.
Ainda de acordo com ela, por conta desta queda nas doações, a oferta de leite precisa ser reduzida, o que pode comprometer a amamentação dos recém-nascidos como os do Hospital Odete Valadares, em BH.
As mães que tiverem interesse em fazer a doação podem entrar em contato com o banco. Haverá uma triagem via telefone e, se a mulher for selecionada, a equipe de coleta vai à casa da doadora para fazer o recolhimento do leite materno.
Mais informações pelo site: www.redeblh.fiocruz.br.

Comentários