O Programa de Apoio às Bandas de Música Civis, desenvolvido pelo Governo de Minas em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), beneficiou 29 bandas de 24 municípios da região Central. A entrega dos instrumentos foi feita na quarta-feira (23) pelo governador Antonio Anastasia e pela secretária de Cultura Eliane Parreiras, no Palácio Tiradentes. No total foram distribuídos 800 instrumentos musicais para 69 bandas em atividade em 63 municípios mineiros de todas as regiões do Estado. O Governo de Minas investiu R$ 546 mil na compra dos instrumentos com o objetivo de apoiar uma das mais tradicionais manifestações culturais de Minas.
Em Barão de Cocais foram beneficiada a Banda de Música Santa Cecília. Na cidade de Barbacena receberam instrumentos a Corporação Musical Correia de Almeida e a Corporação Musical Lira Barbacenense. Os demais municípios e bandas beneficiadas foram: Bela Vista de Minas, Corporação Musical São Sebastião, Brumadinho, Corporação Musical Banda São Sebastião, Caeté Corporação e Sociedade Musical Nossa Senhora do Bom Sucesso, Catas Altas da Noruega Corporação Musical Nossa Senhora das Graças, Congonhas do Norte Corporação Musical Lira Santana, Couto de Magalhães de Minas Corporação Musical de Bom Jesus de Matosinhos, Datas Associação Banda de Música Santa Cecília e em Desterro do Melo Lira Nossa Senhora do Desterro.
Também foram beneficiados: Dionísio Corporação Musical União Dionisiana; Inimutaba – Banda de Música Maestro José Mendes da Silva; Lagoa Dourada – Associação Musical do Arame (Amar); Lagoa Santa – Lira Nossa Senhora da Saúde e Corporação Musical Santa Cecília; Mariana – Sociedade Musical XV de Novembro; Sociedade Musical Santa Cecília e Sociedade Musical São Sebastião; Morro do Pilar – Corporação Musical Padre Tarcísio; Pequi – Corporação Musical União Pequiense; Pitangui – Lira Musical José Viriato Bahia Mascarenhas; Queluzito – Sociedade Musical Santa Cecília; Santa Luzia – Banda de Música Estrela de São João; Santana de Pirapama – Associação Civil Corporação Musical José Antônio da Costa; Santo Antônio do Itambé – Euterpe Padre Joviano; e São Domingos do Prata – Corporação Musical Santa Cecília e Corporação Musical São José. Belo Horizonte – Filarmônica 1º de Maio de Belo Horizonte.
As bandas receberam instrumentos como flautas, clarineta, sax, trompa, trombones pratos, taróis, bombos, surdos. Além da doação de instrumentos, o programa promove, em várias cidades, oficinas, cursos de regência, de percepção musical, reparo de instrumentos e capacitação. Em 2011, as ações serão ampliadas e o programa passará a apoiar as bandas com novas partituras e preparação de maestros.
Entre as bandas contempladas, 36 estão recebendo instrumentos pela primeira vez e as demais 33 já foram beneficiadas em anos anteriores. Minas Gerais tem 730 bandas cadastradas na Secretaria de Cultura. Do total, 458 bandas, de 371 municípios, já foram beneficiadas com a entrega de 6.576 instrumentos, nos últimos oito anos. Os recursos destinados ao programa somam R$ 5 milhões.
A solenidade de entrega dos instrumentos, na quarta-feira, contou com apresentação da banda Santa Cecília, de Passagem de Mariana (Central). Antes e depois do evento, os músicos tocaram repertório variado chamando a atenção de todos os servidores da Cidade Administrativa. A secretária de Cultura, Eliane Parreiras, afirmou que as ações do programa estimularão ainda mais a tradição musical de Minas. As bandas existem há mais de 200 anos e são patrimônio cultural de Minas Gerais.
?Pretendemos, ao longo do ano de 2011, ampliar o programa, inclusive com a compra de partituras, oficinas e preparação de maestros. Vamos garantir mais investimentos neste grande patrimônio de Minas Gerais que são as bandas?, disse Eliane Parreiras.
Renovação
Em nome das bandas contempladas, o presidente da Banda Santa Cecília de Passagem de Mariana, José Luiz Papa, recebeu um certificado e uma medalha do Programa de Apoio às Bandas de Música Civis. Ele ressaltou que, graças ao trabalho do Governo de Minas, é possível ter a renovação dos instrumentos.
?Tocar e representar as bandas contempladas é um reconhecimento pelo nosso trabalho e um engrandecimento para todos os músicos?, disse José Luiz Papa.
O maestro Ernando Guimarães, da Banda Alternativo Bandalha, de Divinópolis (Centro-Oeste), comemorou o recebimento do apoio do Governo de Minas. ?O programa ajuda a manter viva a tradição das bandas de música em Minas, não deixando o repertório tradicional morrer. Por ser uma entidade filantrópica, seria quase impossível comprar os instrumentos que foram doados?, afirmou o maestro.

Comentários
COMPATILHAR: