Diante do anúncio feito pelo Ministério da Saúde nessa quarta-feira (25) de que irá distribuir vacinas para a terceira dose contra a Covid-19 a partir de setembro, 234 mil pessoas podem ser contempladas em Belo Horizonte. No entanto, tanto a prefeitura quanto o Estado não têm previsão para começar a administrar as injeções.

Estão aptos a receber outra aplicação os moradores que pertencem ao grupo de idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o total de pessoas com deficiência imunológica na cidade é de 12 mil pessoas, enquanto os idosos são 222 mil. Porém, o número real que receberá o imunizante prioritariamente pode ser menor.

“É importante esclarecer que o Ministério da Saúde sinalizou que seriam vacinados com a terceira dose somente os (casos) graves”, informou a pasta, em nota.

A prefeitura afirmou que aguarda a comunicação oficial do ministério e da Secretaria de Estado da Saúde (SES), além do envio de vacinas, para iniciar a nova etapa da campanha.

A pasta estadual também aguarda novas definições do governo federal e esclarece que segue as diretrizes do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação. 

“Caso seja indicada a aplicação da terceira dose por parte do Ministério da Saúde e disponibilidade das doses da vacina, Minas seguirá as orientações do Plano”, afirmou.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: