Belo Horizonte ultrapassou a marca de 6 mil mortos pela COVID-19 nessa quarta (14), informa o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura.

Ao mesmo tempo, a transmissão do novo coronavírus sofreu nova alta e se manteve na zona de alerta da escala de risco.

Mais 18 óbitos entraram para o balanço neste boletim. Agora, a capital mineira registra 6.001 vidas perdidas pela doença.
Já o número de casos aumentou em 1.190. O total de diagnósticos é de 248.099: 5.093 pessoas em acompanhamento e 237.005 recuperadas, além daquelas que não resistiram à virose.

Ao mesmo tempo, todos os indicadores da COVID-19 se mantiveram no patamar intermediário. A transmissão teve alta de 1 para 1,01. Portanto, em média, 101 pessoas se infectam na cidade a cada 100 casos confirmados.

 A ocupação dos leitos de enfermaria para COVID-19 também aumentou: de 52,1% para 53,6%. Essa foi a quarta ascensão consecutiva do indicador.

A situação das camas de terapia intensiva para infectados pelo vírus, por outro lado, sofreu a segunda queda seguida: de 63,8% para 63,2%. A diminuição foi puxada, sobretudo, pelos hospitais particulares: de 52% para 48,5%.

Fonte: Estado de Minas

Comentários
COMPATILHAR: