Fotonotícia

Flagramos uma camionete, placa de Piumhi, estacionada próxima à entrada da garagem do prédio da Prefeitura. Como o veículo estava carregado de abacaxis, pergunta-se:

  1. Eles vieram apenas visitar os amigos?
  2. A turma do primeiro andar, esta semana, andou se deliciando com rodadas de suco?
  3. Será que os abacaxis saíram dos arquivos da Pref?
  4. Teriam eles vindo se candidatar a cargos de confiança, vagos?
  5. Nenhuma das opções acima. Apenas intercâmbio comercial. (foto 01)

 

Resumindo

Dudu tá falando…

Tá mesmo e ao que parece, descontando de uma só vez o tempo que ficou calado. Pelo jeito, não está brincando e muito menos jogando. Brincando é claro que não, pois a coisa é séria! Jogando, só se tiver nas mãos o zap, o sete de copas, a espadilha e o sete de ouros.

Se não for assim, chama o Regis geeennnttttteeee!

 

10 ligado

Nosso fotógrafo, Paulo Pacheco, depois das últimas ameaças sofridas, deu uma de VIVO e ao que apuramos está trabalhando para a concorrente OI. Só assim para explicar seu sumiço na segunda-feira (8). O homem literalmente ficou fora de área nos últimos dias.

 

Na marca do pênalti

Quem achou que o Pachecão estava na marca do pênalti e pretendia marcar um gol na segunda-feira, jogando para a arquibancada, dançou. O cara, pelas razões acima, estava mesmo “fora da área”.

 

Raspou na trave!

Frango novo, o sobrinho predileto do “galo véio” realmente é um cara de sorte. De ouvidor, que se auto define como “escutador oficial”, popularmente conhecido como um dos componentes do trio de dedos-duros que andou fotografando os funcionários municipais que ousaram passar perto do trajeto das passeatas, sem mais nem menos, recebeu do vice-prefeito a honraria que o elevou à categoria de DOUTOR. Agora, serão dois lá nas proximidades do Gabinete. Ele concorrerá em igualdade de condições com aquele outro, o conhecido ?little doctor?, que ninguém explica porque, apesar de não ser nomeado ou concursado, é visto diariamente no Gabinete, provavelmente, dando consultas…

Agora, a sala de espera do Gabinete será transformada em sala de espera do “consultório”.

 

Melhor explicando

Por que um cara de sorte? Simplesmente porque no dia seguinte da sua inusitada titulação, D. Dilma decretou que os novos doutores serão obrigados a cumprir um estágio forçado de 2 anos, atendendo a turma do SUS.

Há informações de que os doutores da Pref. deverão se apresentar ao padroeiro da Saúde, São Tomé, para formalizarem suas inscrições. No PAM, há forte movimentação para acolher os novos doutores, já que o quadro de lá, ao que parece, está meio desfalcado.

 

Volta D. Didi

Variando na indumentária, ao estilo D. Dilma, ela que na semana passada estava toda de amarelo (homenageando o ovo frito), nesta segunda protestou contra a alta do preço do tomate. Envermelhou!

Vários movimentos sociais e, dizem, também que até alguns vereadores, já se movimentam para o lançamento da nova campanha: Volta D. Didi. A Câmara é a Casa do povo, portanto, é sua também!

Ao que parece, o lançamento do nome da ilustre anciã para assumir a presidência do novo Conselho Representativo da Turma da Terceira Idade Independente ? CRTTII, já é consenso.

Sua escolha se dá em virtude de todos reconhecerem, ser ela uma senhora que possui grande simpatia e facilidade ao se comunicar. Tem o dom da oratória, é muito franca, além de ser profunda conhecedora de uma série de adjetivos e de vocativos. Fala o que pensa sem se valer de subterfúgios ou apelidos. Resumindo: Ela sabe dar nome aos bois, bota pra fuder, esculhamba prá valer, não tampa o sol com a peneira. Tem treinado sua verborragia toda segunda feira, por volta das 15h, lá nas proximidades do prédio dos Correios, onde um número enorme de fãs, sempre a aguarda. (foto 02)

 

Vaticano Urgente

Com a vinda do papa ao Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude, circula nas redes sociais um manifesto solicitando que o papa estenda sua visita a esta cidade para abençoar nosso novo padroeiro. O Vaticano ainda não respondeu à simpática solicitação.

 

Leilão de inservíveis

A municipalidade realizou na quinta-feira (11) um grande leilão de inservíveis que movimentou um razoável número de arrematantes. Segundo informou a assessoria de imprensa oficial, alguns inservíveis continuam prestando serviços à municipalidade e não foram objeto do leilão. Outros teriam sido, mas, acabaram sendo retirados da relação de ofertas por razões outras, que não vem ao caso, agora, analisar. (foto 03)

 

Contestando a indicação

A indicação de D. Didi, que reconhecidamente não gosta de crianças mimadas ou pirracentas ao que parece, não agradou a todos. Mãe Lucinda, segundo alguns, veio defender seu rebento. Apareceu disfarçada de paparazzi, acompanhada do Chapula e marcou a velhinha e todos os demais ?algozes? de perto. Aí que meda!

Quem será, então?? (foto 04)

 

Piadas do José Simão (fonte: Band News)

  • Se você não sabe onde deixou a chave do carro, liga pra CIA que eles sabem! “Ta aí cara, na gaveta do criado mudo, ao lado do par de óculos!”
  • Aviso: Não escreva merda na internet. Os americanos estão lendo tudo.
  • Conheça os novos slogans do Obama: “Yes, I escuto”. “Yes, eu sou abelhudo”. “Yes, I Scan”. O Obama tem a lista de todos os cornos do Brasil!
  • E um amigo escreveu: “Querido presidente Obama, a minha mulher vai mesmo ao cabeleireiro duas vezes por semana ou é migué dela?”. Um outro avisou via Facebook “Obama, se você achar aquele vídeo em que broxei com a minha ex, por favor, apaga?”. E alguém perguntou: “como é que eles conseguem interceptar ligação telefônica se a gente não consegue completar nada pelo celular”. Rarará!
  • Outro afirma que não é contra a vinda de médicos portugueses. O único problema é: a língua. Menino é “puto” e fila é “bicha”. A bicha do SUS! Rarará! Bota o puto na bicha!
  • E o Simão gostaria muito de saber se: o Mercadante é clínico-geral? Dá pitaco em tudo! Serve pra qualquer situação. Rarará.
  • E conta que uma vez eu foi ao médico e disse: “Doutor, toda vez que eu aperto aqui, dói”. E sabe o que ele me respondeu? “Então não aperta!”. Rarará.
Comentários