O Brasil pode receber, ainda em fevereiro, entre 10 e 14 milhões de doses da vacina produzida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica britânica AstraZeneca – em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) –, contra a Covid-19.

O novo lote será somado às outras 2 milhões de doses do imunizante que já foram recebidas no país no último dia 22. A informação foi repassada pelo Ministério da Saúde nesse sábado (30).

A pasta diz que recebeu uma carta do consórcio internacional Covax Facility com detalhes sobre o envio das doses. O grupo faz parte de uma aliança global da Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir acesso ao imunizante. O Brasil é um dos 191 países integrantes.

Em setembro do ano passado, duas medidas provisórias editadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) garantiram os recursos para que o país participasse do consórcio. O governo federal também possui parceria direta com o laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford para produção de vacinas, por meio da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), e com o Instituto Butantan, responsável pela CoronaVac.

Vacinação em Minas

Em Minas Gerais, 165.863 pessoas já receberam a primeira dose do imunizante contra a Covid-19. A informação começou a ser divulgada na última quarta (27), em um “vacinômetro” idealizado pelo governo do Estado. Do total de imunizados, 151.815 são profissionais de saúde, 10.510 são idosos em asilos, 812 são pessoas com deficiência em residências inclusivas e 2.636 são indígenas.

Ainda segundo o levantamento, 496.160 doses da vacina contra a doença já foram distribuídas aos 853 municípios mineiros. A imunização em Minas começou última segunda-feira (18). 

Ao todo, o Estado já recebeu três remessas com doses de vacinas contra a Covid-19, com quase 1 milhão de doses. A primeira, com 577.680 doses da CoronaVac, foi em 18 de janeiro. Já no dia 19, os medicamentos foram distribuídos às 28 regionais de saúde. A segunda remessa, com 190.500 doses do imunizante da Oxford/AstraZeneca produzidas no Instituto Serum, na Índia, chegou no último domingo (24). E a terceira, com 87.600 doses, também de CoronaVac, chegou ao Estado na última segunda-feira (25).

Somando as três remessas são 855.780 doses. Como são necessárias duas doses para imunizar uma pessoa, isso significa que 427 mil mineiros poderão ser vacinados nos próximos dias.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários