O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta terça-feira (15) o número total de eleitores do país. Ao todo, são 130.469.549 eleitores, crescimento de 7,478% em relação a 2004, quando o país contava com 121.391.630.
Segundo o TSE, o total de eleitores aptos a votar nos 5.564 municípios do país é de 128.805.829, já que os votantes do Distrito Federal não participam das eleições municipais. O Distrito Federal tem 1.663.720 eleitores.
Em 2004, 119.821.569 eleitores estavam aptos a votar em 5.563 municípios. O eleitorado total era de 121.391.630, mas os eleitores do Distrito Federal (1.510.709) e os residentes no exterior (59.352) não participam das eleições municipais.
De acordo com o TSE, as mulheres ainda são maioria entre o eleitorado brasileiro. Elas totalizam 67.483.419, ou 51,72% do total. Já os homens correspondem a 62.824.986 de eleitores (48,15%). Já 161.144 não informaram o sexo.
Apenas em Mato Grosso (1.016.615 homens contra 975.563 mulheres), Pará (2.260.033 contra 2.251.642), Rondônia (518.891 contra 509.734), Roraima (124.323 contra 123.429) e Tocantins (472.143 contra 454.581) a predominância é masculina.
São Paulo continua como maior colégio eleitoral do país, 29.143.392 eleitores. Depois, aparecem Minas Gerais (14.070.606), Rio de Janeiro (11.259.336), Bahia (9.153.703), Rio Grande do Sul (7.925.459), Paraná (7.299.999) e Pernambuco (6.067.589).
Apenas quatro estados ainda não alcançaram a faixa de 1 milhão de votantes. Roraima permanece como menor colégio, com 247.792 eleitores. Os outros estados que não alcançam esse total são Amapá (384.825), Acre (443.148) e Tocantins (926.725).
Grau de instrução
Dos 130.469.549 eleitores do país, 8.097.513 informaram que são analfabetos. A maior parcela (44.456.754) tem primeiro grau incompleto, seguido pelos que têm segundo incompleto (23.618.098). Os eleitores que lêem e escrevem totalizam 20.367.757.
Além disso, 10.129.580 informaram que têm primeiro grau completo. Os que têm segundo grau completam somam 15.799.474; os com ensino superior incompleto, 3.277.167; e os com ensino superior completo, 4.558.845. Já 164.361 não informaram o grau de instrução.
Faixa etária
A maior parcela de eleitores (31.620.929) se encontra na faixa de 25 a 34 anos, seguido pelos eleitores que têm de 45 a 59 anos (28.678.555). Depois, aparecem os que têm de 35 a 44 anos (26.030.548) e os que têm de 21 a 24 anos (13.298.843).
O eleitorado com 16 anos totaliza 1.119.028 e com 17 anos, 1.803.404. Na faixa dos 18 a 20 anos, são 9.105.633 eleitores. Há ainda 10.464.310 eleitores na faixa de 60 a 69 anos; 5.738.205, na de 70 a 79 anos; e 2.609.959, na acima de 79 anos.

Comentários
COMPATILHAR: