O jornal Nova Imprensa teve acesso à documentação enviada pelo líder da bancada do PMDB, Mauro César Sousa, datada do dia 22 de maio, a qual afirma que a Lei 4.122/2008 não especifica prazo para solicitação das diárias, apenas que deve ser feita antecipadamente. Conforme o requerimento 055/2009, somente na hipótese de solicitação de antecipação da diária é que o pedido deve ser enviado à contabilidade da Casa com, no mínimo, 48 horas de antecedência do início do deslocamento.
Assim, garantem que os respectivos requerimentos dos vereadores do PMDB foram efetuados estritamente na forma da lei, no dia 15 de maio, portando com mais de 48 horas de antecedência.
O documento informa que os vereadores comunicaram à presidência antecipadamente e por escrito que estariam em viagem no dia 18. Ao final do requerimento, os vereadores relataram: Requeremos, pois, seja determinado por Vossa Excelência o imediato pagamento das diárias a que fazemos jus, sob pena de cometimento de ato de improbidade administrativa, nos conformes da lei.
Além do requerimento, a documentação protocolada pelo PMDB conta com a cópia da Lei 4.122, cópia de reportagem publicada em um jornal local, páginas da agenda de controle dos veículos que confirmam o agendamento da viagem dos peemedebistas onde está escrito como finalidade participar de audiência com Secretária de Estado de Educação, juntamente com o Deputado Federal Antônio Andrade, para tratar de assunto referente à Delegacia de Ensino?, comunicações internas feitas ao responsável pelo setor, cópias das solicitações de diárias em nome dos três vereadores e requerimentos justificando a ausência na reunião ordinária do dia 18 de maio.
No último dia 25, Reginaldo dos Santos fez uma Comunicação Interna (CI 008/2009) aos vereadores do PMDB em resposta à solicitação do requerimento e relata que mostra-se sem qualquer amparo legal a pretensão dos vereadores que compõem a bancada do PMDB, e ainda nos formulários de solicitação de diárias dos vereadores peemedebistas não existe a aprovação/ autorização desse Presidente para a realização da viagem.
Na CI, Dr. Reginaldo destaca que foram eles se encontrar com o Deputado Federal Antônio Andrade, o que definitivamente não é de interesse dessa Casa Legislativa. O presidente questiona que apenas um vereador da bancada poderia representá-los na audiência. Reginaldo dos Santos registra ainda que, apenas nos meses de fevereiro e março, os vereadores do PMDB gastaram R$3.720 referente à diárias e R$3.189,72 com hospedagem e outros serviços de terceiro, isto é, os gastos passaram de R$6.909, sendo superiores ao gasto total dos outros setes vereadores, conforme comprovado no portal da transparência no site oficial da Câmara Municipal.
Depois de várias argumentações, Dr. Reginaldo conclui: Enfim, estaria, fim, este Presidente incorrendo em improbidade administrativa se autorizasse o pagamento das diárias, haja vista que todo o procedimento realizado em decorrência da viagem do dia 18/08/2009 foi feito ao arrepio da Lei nº 4.122/2008. E reafirmou: Indefiro, peremptoriamente, o pedido para pagamento das diárias aos vereadores peemedebistas, que são liderados pelo vereador Mauro César Alves de Sousa. O presidente ainda advertiu os edis a não utilizarem de veículos da Câmara Municipal sem a devida autorização do presidente, sob pena de medidas legais e disciplinares a serem tomadas.

Comentários