A implantação da tão desejada Casa de Apoio para dar suporte aos pacientes formiguenses em tratamento em Belo Horizonte, ao que parece, sairá do papel.

Na terça-feira (17), os vereadores Cabo Cunha, Wilse Marques, Joice Alvarenga, Sandrinho da Looping, Marcelo Fernandes e Flávio Martins, estiveram em Belo Horizonte, juntamente com o prefeito Eugênio Vilela, e visitaram alguns imóveis para instalar a Casa de Apoio.

Na oportunidade, a comitiva visitou a Casa de Apoio da cidade de Arcos. O imóvel, alugado pela Prefeitura de Arcos, está localizado próximo aos hospitais e clínicas da capital mineira, em que os pacientes do município recebem tratamento. “Disponibilizar um local como esse para a população em Formiga sempre foi um sonho e, graças a Deus, neste mandato, conseguiremos realizá-lo”, diz Cabo Cunha, que cobrou a Casa de Apoio durante anos.

De acordo com o vereador, quando o paciente necessita de exames ou consultas que não são oferecidos em Formiga, ele é encaminhado para a capital mineira, e vários fatores fazem com que algumas pessoas não retornem para casa no mesmo dia.

Na oportunidade, os vereadores foram recebidos pela coordenadora da casa, que explicou o funcionamento e apresentou toda a dependência do imóvel.

Em julho de 2014, a Prefeitura chegou a anunciar a implantação da Casa de Apoio em Belo Horizonte. À época, o então prefeito Moacir Ribeiro chegou a definir o imóvel onde seria implantada a Casa.

O imóvel escolhido para abrigar a unidade de saúde ficava dentro da área hospitalar, a 300 metros da Santa Casa, do Pronto Socorro João XXIII, do Hospital das Clínicas, de clínicas de exames e do Restaurante Popular.

Segundo divulgação da Prefeitura, a casa teria oito quartos, sendo dois adaptados para pessoas com necessidades especiais; três banheiros, sendo um adaptado para pessoas com necessidades especiais; refeitório; área de claridade, onde funcionaria uma lavanderia, e garagem para três carros. O projeto não saiu do papel.

(Foto: Divulgação)

 

Fonte: Câmara de Formiga ||

Comentários