Casado, com oito filhos, dez netos e uma bisneta, um idoso de 87 anos é o candidato mais velho para bater de porta em porta como entrevistador do Censo 2010. Ele é um dos 209.826 convocados em todo o país -entre mais de um milhão de inscritos- para o treinamento iniciado nesta segunda-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No sábado (24), uma prova vai definir os 191.972 recenseadores.
No grupo, também há jovens em busca do primeiro emprego. E, apesar de o concurso ter exigido apenas o ensino fundamental completo, há candidatos com nível superior e pós-graduação.
Com Master Business Administration (MBA) em marketing, a economista Ritta Zumba, de 35 anos, está empregada. Mas decidiu tentar vaga no Censo a fim de usar os conhecimentos para um estudo. ?Quero saber como as pessoas pensam, como se comportam?, disse.
A estudante Juliana Oliveira Silva, de 18 anos, tem a idade mínima para participar da seleção. Ela espera passar na prova de sábado para dar início à vida profissional: ?Será meu primeiro emprego?.
?Idade não é limite
Candidato mais experiente entre os 209 mil, Alencar Moreira Silva, está treinando em Goiânia, onde vive. O comerciante diz que prestou o concurso porque nunca pretende parar de trabalhar. ?A idade não limita as pessoas. Nunca é tarde para aprender?.
Alencar afirma que aprendeu a ler aos 70 anos e terminou o nível médio em 2000. O próximo desafio será aprender a mexer no computador de mão que será usado pelos recenseadores para o cadastro das respostas. ?Vou levar para casa para meus netos me ensinarem?, planeja.

Comentários
COMPATILHAR: