Com objetivo de agilizar atendimentos de plantão e otimizar a investigação de crimes, foi inaugurada, nesta terça-feira (21), a Central Estadual do Plantão Digital da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG). A central, que já funciona em caráter de teste, fica localizada no Prédio Alterosas, na Cidade Administrativa, na região de Venda Nova. O governador do Estado, Romeu Zema, esteve presente no evento.

A unidade vai receber ocorrências com indivíduos conduzidos das delegacias de plantão em Belo Horizonte, Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Nova Lima, Sabará e Santa Luzia. Também integram essa lista as ocorrências do Departamento Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito.

Até o momento, 53 unidades do Estado já possuem a unidade digital da Polícia Civil, o que abrange 48 municípios, tais como Governador Valadares, no Rio Doce, e Barbacena, no Campo das Vertentes.

Como funciona

Segundo a Polícia Civil, as delegacias regionais continuarão recebendo pessoas e materiais envolvidos em ocorrências policiais. 

O que muda, a partir de agora, é que delegado e escrivão, que estarão alocados na central, participarão de videoconferências, momento em que as ocorrências serão lavradas de maneira remota. 

À distância, os policiais adotarão medidas legais que se referem às ocorrências policiais com indivíduo capturado em flagrante delito ou por estar foragida da Justiça.

A central possui 24 estações de trabalho equipadas para a realização de videoconferência, além de um painel digital no qual são distribuídas as ocorrências policiais. A unidade da Cidade Administrativa tem 36 delegados e 70 escrivães, que se alternam em turnos de trabalho de 12 horas ininterruptas.

Zema quer ampliar o sistema

O governador de Minas falou brevemente durante a inauguração da Central. Ele parabenizou a iniciativa e disse que a próxima missão é ampliar o alcance do sistema digital em todo o Estado.  

“Agora, temos uma segunda missão, que é levar esse serviço ao maior número de municípios. Teremos uma ferramenta fabulosa em todo o Estado que vai otimizar os plantões, reduzir deslocamentos e deixar cada profissional da Polícia Civil focado em sua função. A continuidade disso fará com que nós, como instituição pública, consigamos prestar o melhor serviço para o cidadão”, disse na ocasião.

Fonte: O Tempo

Comentários