O Instituto Butantan realizará no dia 2 de dezembro, um simpósio em comemoração aos 30 anos do Centro de Biotecnologia do Instituto.
Criado pelo professor Isaias Raw, esse importante setor do instituto é um dos cinco centros produtores de vacina no mundo. A sua importância está relacionada não só ao desenvolvimento de vacinas, mas principalmente à criação de tecnologias próprias para a sua produção.
Dessa forma, evitou a importação das conhecidas caixas pretas cujas patentes impedem a transmissão do conhecimento científico e tecnológico aos países em desenvolvimento.
Nesses últimos 30 anos, o Butantan produziu com tecnologia própria cerca de 900 milhões de doses de vacina de coqueluche, difteria, tétano e hepatite B, que foram aplicadas com eficácia e segurança em bebês.
No simpósio serão abordados o desenvolvimento de anticorpos monoclonais, a vacina recombinante BCG-pertussis para recém-nascidos, o surfactante de baixo custo e a genômica. Na ocasião, será lançado um livro comemorativo, que retrata a trajetória do centro desde sua inauguração.
O evento será realizado a partir das 9h no auditório do Museu Biológico do Instituto Butantan.
O instituto foi criado em 1901 por Vital Brazil para a produção do soro antiofídico, atual presidente da Fundação, mantenedora do Centro de Biotecnologia, é Jorge Kalil, titular de Imunologia Clínica da Faculdade de Medicina da USP.

Comentários
COMPATILHAR: