Informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), apontam que os números referentes à criação de empregos oscilaram pelo segundo mês consecutivo no Centro-Oeste de Minas em agosto.

Os dados, divulgados na sexta-feira (21) e acessados mostram que embora algumas cidades tenham registrado resultados positivos, quando o número de contratações é maior que o de demissões, outras fecharam o mês com saldos negativos. Na maior cidade da região, Divinópolis, o saldo foi positivo pelo segundo mês consecutivo.

Confira, abaixo, a situação dos municípios no mês:
Arcos

Em Arcos, o mês de agosto teve 444 novas admissões e 529 demissões – totalizando um saldo negativo de 85 vagas. Porém, o saldo no ano, até agora, é positivo. Foram 4.161 novas contratações e 3.411 demissões.

Bom Despacho

Após apresentar saldo negativo na criação de empregos em julho, Bom Despacho fechou o mês de agosto com um resultado positivo. Na cidade, foram 480 novas contratações e 457 demissões. O resultado do ano até agora também é positivo: foram 3.496 novas admissões e 3.220 demissões.

Formiga

Na cidade, foram 720 novas contratações e 757 demissões – um saldo negativo de 37 vagas. O resultado do ano, até agora, também é negativo na cidade: enquanto 5.745 postos de trabalho foram criados, 5.857 demissões ocorreram.

Itaúna

Em Itaúna, o mês de agosto registrou 1.304 admissões e 1.039 demissões. Nos oito meses do ano, o saldo da cidade é positivo em 759 vagas: foram 7.499 admissões e 6.740 desligamentos.

Lagoa da Prata

A cidade fechou o mês de agosto com o saldo positivo em 23 vagas. Ao todo, foram 400 admissões e 377 desligamentos no mês. O ano, até agora, também apresenta saldo positivo: entre janeiro e julho foram 3.577 admissões e 2.789 desligamentos.

Nova Serrana

Já em Nova Serrana, pólo calçadista do Estado, o mês de agosto foi marcado pela recuperação nos postos de trabalho. Enquanto a cidade registrou saldo negativo na criação de empregos em julho, agosto registrou um saldo de 371 vagas na cidade: foram 1.556 admissões e 1.185 desligamentos. O saldo no ano também é positivo: são 12.985 contratações e 11.105 desligamentos.

Oliveira

A cidade terminou o mês de agosto com o pior saldo da região. Mesmo tendo criado 228 novos postos de trabalho, outros 419 foram extintos – o que fez com o que o município terminasse o mês com o saldo negativo de 191 vagas. Porém, o saldo no ano é positivo: foram 2.716 novas admissões e 1.989 demissões.

Pará de Minas

A cidade teve 935 admissões e 811 demissões em agosto, totalizando um saldo de 124 novas vagas de emprego. No ano, até agora, foram registradas 6.813 admissões e 6.468 demissões no município.

Piumhi

Já em Piumhi, o mês de agosto foi marcado pelo segundo saldo negativo consecutivo na criação de empregos. Com 271 admissões e 453 demissões, a cidade teve o segundo pior saldo de toda a região, com -182 vagas. Apesar disso, o resultado, até agora, é positivo no ano: 3.006 contratações e 2.561 demissões.

 

 

Fonte: G1 ||

COMPATILHAR: