Em reunião realizada na noite de quarta-feira (25), pelos irmãos benfeitores da Santa Casa de Caridade de Formiga, foram definidos os detalhes da eleição para a escolha da nova mesa administrativa da entidade, após quase um ano de intervenção judicial.

No início de outubro foram divulgadas as normas para a admissão de novos irmãos benfeitores. Encerrado o período e aprovados os novos membros, apenas uma chapa foi formada para as eleições marcadas para o dia 15 de dezembro, composta pelos seguintes membros:

Alexandre Augusto Amaral – provedor;

Joyce de Melo Franco Vieira– vice-provedora;

Maria Cristina Braga Ferreira – 1ª secretária;

Carlos Eduardo Senne de Moraes – 2º secretário;

Sílvia Silvana de Souza Faria – 1ª tesoureira;

Márcia Resende Rocha Fernandes – 2ª tesoureira;

Kléber Almeida Vaz – secretário de relações públicas.

 

Conselho Fiscal  (Titulares)

Antônio Eustáquio Paim;

Vera Lúcia Braga Ferreira;

Andrei Salvioni da Silva

Suplentes

Luciana Nogueira Luz Hostalácio;

Marlene Resende Garcia;

Valdir Nogueira Nunes;

Conselho de Ética

Joice Alvarenga Borges Carvalho;

Hugo Andrade Sérgio Lemos;

Maria Rita Costa Salazar;

Suplentes

Sigryd Simões de Souza;

Dirceu Bueno da Fonseca;

Fabrini Garcia Leão Vidal.

 

Na reunião do mês de dezembro será realizada a eleição e caso a chapa formada seja aprovada pela maioria, os novos membros tomarão posse em seguida.

Atualmente, a Santa Casa permanece sob intervenção judicial e é comandada pelo contador Waltercídes Montijo (Waltinho), nomeado pela Justiça após a destituição da Comissão Interventora nomeada anteriormente.

Com a posse da nova mesa, a entidade volta a ser gerida pela comunidade, escolhidos seus membros dentre os que compõem o quadro de Irmãos Benfeitores.

Os membros da próxima mesa administrativa não serão remunerados. 

 

 

 

Redação do Jornal Nova Imprensa

Comentários