Com quase 150 cidades mineiras em situação de emergência por causa da seca, a Defesa Civil Estadual atua para minimizar os impactos para cidades em diversas regiões de Minas Gerais. Distribuição de água em caminhão pipa e dessalinização da água de poços artesianos já perfurados são algumas das ações para atendimento das populações. 

Apesar de vários alertas de autoridades nacionais para o risco de um período de estiagem muito drástico, em Minas o cenário não é muito distinto de outros anos. É o que afirma o supervisor de Gestão de Riscos da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Major Eduardo Leal. “É um cenário esperado, no ano anterior esse cenário foi até mais grave, e os órgãos apoiadores do sistema estão atentos, vigilantes e mobilizando todos os esforços para apoiar a população.”

O major ressalta que a esperança é que o cenário mude com o período chuvoso. Por enquanto, a Defesa Civil tenta contornar a situação com algumas ações. “A Defesa Civil desempenha algumas ações com o objetivo de apoiar essas cidades durante esse período, dentre elas destacamos aqui a operação de transporte e distribuição de água potável, essa operação ocorre ao longo de 85 municípios, 933 comunidade, uma população de mais de 100 mil pessoas, e essa operação ocorre nos municípios do Norte de Minas, do Vale Jequitinhonha, do Vale do Mucuri e região Central do Estado.

Paralelamente à isso, nós mantemos ajuda humanitária e sob a forma de cestas básicas que são distribuídas em todos os municípios de Minas Gerais, em todos os 853 municípios, todos receberam pelo menos 100 cestas básicas. Também encontra-se em andamento que o Programa Água Doce, um convênio com o governo federal, e esse programa objetiva promover a dessalinização da água em alguns municípios onde a água apresenta um padrão de consumo impróprio, então tornamos essa água potável.”

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: