Dar entrada no Seguro Desemprego, fazer a Carteira de Trabalho e procurar um novo trabalho se tornou uma das tarefas das mais desagradáveis em Formiga nos últimos meses.Por dia, são distribuídas apenas 30 fichas e para ter acesso a uma delas é necessário chegar à agência do Sine por volta das 3h. Com a chegada do inverno, e com a consequente baixa nas temperaturas, unida ao desconforto de sair de casa de madrugada, quem precisa desses serviços tem sofrido e as reclamações são diárias.
Além do incômodo de aguardar a abertura da agência que ocorre às 8h, o sistema é sempre lento, os atendimentos são demorados e podem durar até uma hora. Enquanto alguns conseguem resolver suas questões no órgão, várias pessoas aguardam do lado de fora ou até na rua. No local, não há um número suficiente de cadeiras para acomodar todos os que aguardam atendimento.
A foto tirada por volta das 8h30 de quarta-feira (2) confirma a reclamação. Aguardavam no local cerca de 20 pessoas. Do lado de fora da agência ainda havia pessoas sem ficha, que esperavam pela desistência de alguém. ?Me disseram que muitos desistem de esperar por causa da demora e como não tenho condições de chegar aqui de madrugada estou esperando?, comentou uma jovem, que aguardava desde às 6h.
Sobre o problema, a administração municipal emitiu nota informando que ?o Sine de Formiga, assim como os demais no Brasil, utilizam o sistema Mais Emprego, de responsabilidade do Governo Federal. Por meio desse sistema, são realizados os seguintes serviços: Seguro Desemprego, intermediação de mão de obra e emissão de Carteiras de Trabalho. Esse sistema vem apresentando erros constantemente, além de grande lentidão. A coordenação do Sine em Formiga entrou em contato com cidades da região, como Arcos, Campo Belo, Lagoa da Prata, Piumhi, Santo Antônio do Monte e Divinópolis. Todas estão passando pelos mesmos problemas.O uso de senhas ocorre desde a gestão passada. A diferença é que, antes, não havia limite para a distribuição. Como o sistema está muito lento, o Sine não teve outra opção senão limitar a 30 o número de senhas por dia. Só para se ter ideia, o atendimento que era feito em 15 minutos agora leva mais de 40 de minutos para ser concluído.As senhas são distribuídas pela manhã, quando já começam os atendimentos. A tarde toda tem sido utilizada para conseguir dar prosseguimento aos atendimentos iniciados pela manhã. Funcionários do Sine que deveriam encerrar o expediente às 17h só estão conseguindo ir para casa após às 19h. Tudo isso para garantir o número mínimo de 30 atendimentos.A coordenação do Sine já fez vários pedidos para regularizar a situação. Porém, trata-se de uma questão que afeta não só Formiga, bem como todo o estado. A coordenação do Sine, em parceria com a Prefeitura, seguirá solicitando a resolução desses problemas. Nesse período, o órgão pede a compreensão e a colaboração da população. O interesse do Sine, da Prefeitura e dos trabalhadores é o mesmo: que o problema seja resolvido o mais rápido possível.

Comentários