A crise econômica mundial parece não ter afetado os grandes clubes europeus. Ao menos é o que aponta o site português Futebol Finance, que pelo terceiro ano seguido realizou um levantamento sobre os jogadores mais bem remunerados do mundo.
Entre os 50 mais bem pagos, estão cinco brasileiros (incluindo Deco, natural de São Bernardo do Campo, São Paulo, mas naturalizado português). Kaká é quem lidera o ranking verde amarelo. O camisa 8 recebe, por mês, cerca de 833 mil euros (R$ R$ 2,116 milhões), e aparece em quinto lugar na lista da temporada 2009/2010.
Melhor do Mundo em 2008, e um sucesso publicitário, Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, é o dono do maior salário – 1,083 milhões de euros (R$ 2,751 milhões). Logo atrás, o ego do sueco Zlatan Ibrahimovic, que trocou a Inter de Milão pelo Barcelona, o fez assinar com o clube catalão por 1 milhão de euros (R$ 2,540 milhões) mensal. Outro jogador do atual campeão da tríplice coroa é Lionel Messi, que completa o pódio e aparece no terceiro lugar da lista com um salário de 875 mil euros (R$ 2,222 milhões).
Na terra da bota, atual campeã mundial, é o atacante camaronês Samuel Eto?o, do Inter de Milão, que tem o maior salário. O atacante nerazzurro está na na quarta posição da lista, com 875 mil de euros (R$ 2,222 milhões).
Além de Kaká, aparecem na lista os seguintes brasileiros: Ronaldinho Gaúcho, do Milan, que divide a 9ª posição com alguns jogadores, e Daniel Alves, do Barcelona, em 15º. Robinho figura na 21º da colocação, pois foi levado em conta o rendimento que recebia no Manchester City antes de ser emprestado para o Santos.

COMPATILHAR: