Os 100% de aproveitamento após a disputa de cinco rodadas do Módulo I do Campeonato Mineiro alcançados pelo Atlético nesta edição de 2021 estão longe de ser um recorde, pois em 2012 e 2017, anos em que levantou a taça do Estadual, o clube venceu seus nove primeiros jogos de um total de 11. Mas há um aspecto que faz o desempenho atual ser superior: o saldo de gols.

Sob o comando de Cuca, o Galo ganhou as cinco primeiras partidas da fase classificatória do Módulo I de 2012, torneio que conquistou de forma invicta, marcando 12 gols e sofrendo apenas dois, com um saldo de dez.

Cinco anos depois, com Roger Machado no comando e contando com a dupla de ataque Robinho e Fred inspirada, foram cinco triunfos seguidos no início do Estadual com 14 gols marcados e três sofridos, saldo de 11.

Agora, com três goleadas nas partidas em que foi mandante no Mineirão, pois fez 3 a 0 na URT, 4 a 0 no Uberlândia, e novamente 3 a 0 no Coimbra, na sexta-feira (19), na partida que marcou a reestreia de Cuca e o empolgante início de Nacho Fernández no clube, somadas às vitórias como visitante diante de Tombense (2 a 1) e Patrocinense (3 a 1), em confronto disputado no Independência, o Atlético volta a ter 100% de aproveitamento no Campeonato Mineiro após os cinco primeiros jogos.

Mas são 15 os gols marcados e apenas dois os sofridos, o que dá ao time alvinegro um saldo de 12, superior ao de 2012 e 2017. E isso com a utilização de um time reserva, comandado interinamente por Lucas Gonçalves, um dos auxiliares da comissão técnica permanente do clube, nas quatro primeiras rodadas.

Fonte: Hoje em Dia

Comentários
COMPATILHAR: