Os investimentos da Petrobras em 2011 totalizarão R$ 84,7 bilhões, volume 11% superior aos R$ 76,4 bilhões investidos em 2010, mas inferior aos R$ 93 bilhões previstos anteriormente pela estatal para investir neste ano. A informação é do presidente da empresa, José Sergio Gabrielli, ao detalhar o Plano de Negócios 2011-2015, que prevê investimentos de US$ 224,7 bilhões (cerca de R$ 388,9 bilhões). O volume é US$ 700 milhões superior aos US$ 224 bilhões previstos no Plano 2010-2014.
Segundo Gabrielli, mesmo tendo sido retirados em relação ao plano anterior projetos equivalentes a US$ 10,8 bilhões, foram incluídos novos projetos no valor de US$ 32,1 bilhões.
Gabrielli negou que tenha havido disputa entre a direção da empresa e o governo nas discussões para a aprovação do novo programa de negócios da estatal e afirmou que ambos buscaram um plano mais realista.
O executivo considerou normal a demora na aprovação do plano pelo Conselho de Administração da companhia.

Comentários