Neste final de semana, Formiga se transformou na ?Cidade das Cigarras?, com a II edição do Festival da Canção de Formiga (Festifor). Nem o frio afastou o grande público que esteve presente na praça São Vicente Férrer.
Na sexta-feira (27), foram apresentadas 20 canções e, no sábado (28), mais 20 músicas. Os jurados tiveram dificuldade para decidir entre os melhores das sete categorias: música, intérprete, letra, melodia, arranjo, comunicação com o público e mais votadas pelo público.
A novidade neste ano foi que o público também votou na melhor música de cada noite. O que pode se percebido é que o Festifor agradou a todos que estiveram presentes. Foi grande a expectativa para os vencedores de cada categoria.
Ao término da última apresentação, no sábado, enquanto os jurados apuravam os votos, o público presente pode conferir a apresentação de alguns músicos da cidade.
As duas melhores canções de Formiga que seriam automaticamente classificadas para o Festival Nacional da Canção (Fenac) não poderão participar do festival, pois elas já foram apresentadas e é necessário que sejam músicas inéditas.
No total, foram distribuídos R$15 mil em prêmios: R$ 3 mil para o 1º lugar, R$2 mil para o 2º lugar, R$ 1,5 mil para o 3º lugar, R$ 1 mil para o 4º lugar e R$ 800 para o 5º lugar. Sete prêmios de R$ 750 foram distribuídos para melhor intérprete, melhor letra, melhor melodia, melhor arranjo, melhor comunicação com o público, melhor música votada pelo público (dia 27) e melhor música votada pelo público (dia 28).
Após ansiosos minutos de espera, foram divulgados os seguintes vencedores:
Músicas:
1º- Milhares- Júnior Almeida
2º- Violeiro sem Fronteira- Zé Alexandre
3º- Fome e sede- Gil da Mata
4º- Guerra sem Fim- Banda Pato Rocco
5º- O Canto do Rouxinol- Luiz Salgado
Melhor interprete:
Júnior Almeida
Melhor letra:
Dançando com os leões
Melhor melodia:
Fome e sede
Melhor arranjo:
Pode Crer
Melhor comunicação com o público
Guerra sem Fim
Mais votadas pelo público:
Na sexta-feira (27)- Filho da Terra -Reginaldo Souza
No sábado (28)- Santo Hilário- Rodrigo Monstro
As duas canções de Formiga classificadas para o Fenac foram:
Fome e Sede
Guerra sem Fim

Comentários