O técnico Tite anunciou nesta segunda-feira (7), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, os 26 jogadores que vão defender a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2022. A grande surpresa foi a presença do lateral-direito Daniel Alves,que está no Pumas, do México.

O defensor, de 39 anos, havia ficado fora da convocação para os amistosos contra Gana e Tunísia, os últimos antes da Copa.

“O critério do Daniel Alves premia qualidade técnica individual, aspecto físico e mental”, disse Tite.

Confira os convocados:

Goleiros

  • Alisson – Liverpool
  • Ederson – Manchester City
  • Weverton – Palmeiras

Laterais

  • Danilo – Juventus
  • Alex Sandro – Juventus
  • Daniel Alves – Pumas
  • Alex Telles – Sevilla

Zagueiros

  • Militão – Real Madrid
  • Marquinhos – PSG
  • Thiago Silva – Chelsea
  • Bremer – Juventus

Meio-campistas

  • Bruno Guimarães – Newcastle
  • Casemiro – Manchester United
  • Fabinho – Liverpool
  • Fred – Manchester United
  • Paquetá – West Ham
  • Everton Ribeiro – Flamengo

Atacantes

  • Neymar – PSG
  • Vinicius Júnior – Real Madrid
  • Antony – Manchester United
  • Rodrygo – Real Madrid
  • Raphinha – Barcelona
  • Richarlison – Tottenham
  • Pedro – Flamengo
  • Gabriel Jesus – Arsenal
  • Gabriel Martinelli – Arsenal

Outros dois jogadores que também não foram chamados para os jogos contra Gana e Tunísia e estão na lista são os atacantes Gabriel Jesus e Gabriel Martinelli, ambos do Arsenal.

 

“Tem sido um dos destaques do Arsenal na primeira colocação da Premier League, um jogador do lance individual, da transição em velocidade. Teve duas convocações e se manteve em alto nível. Poderiam ter outros convocados e existem argumentos para outros. São escolhas. Dentro das características da equipe, do modelo, precisamos de jogadores agudos pelos lados. Assim a equipe se estruturou. É o caso do Martinelli” disse Tite.

 

Os convocados pelo treinador vão se apresentar na próxima segunda-feira, em Turim, onde a Seleção permanecerá até o dia 19, quando seguirá para o Catar.

A Copa do Mundo 2022 será disputada de 20 de novembro a 18 de dezembro. A Seleção estreará no dia 24, contra a Sérvia. Os outros dois times do Grupo G são Suíça e Camarões.

 

 

Situação física de Richarlison

– Temos uma responsabilidade de transparência e passar informações verdadeiras a vocês. Não só o Richarlison, não só com o Dani, a orientação foi feita com todos os atletas no aspecto de melhoria. Não só os convocados. Eu sei o quanto de humano tem a expectativa, mas antes disso o respeito nosso. E a orientação a todos eles. É do Alexsandro, do Telles, do Arana, que eu conversei ontem. De ter esta conduta, que ela seja com equidade a todos.

 

Mais sobre Daniel Alves

– Um acréscimo na parte técnica e tática. A qualidade técnica e individual que o Dani Alves empresta neste quesito de criação é impressionante, para ser um organizador, um articulador. Não temos nele um jogador de 60, 70 metros de ida e volta. Esta é a função dele, fora outras virtudes. Como capitão (o Cesar Sampaio) pode falar.

– Não quer fazer uma pergunta tua, e não pegar o gancho… por que, que referência é o Twitter com os milhões de torcedores que temos? Não vim para agradar quem está nas mídias sociais, que não sei qual percentual é este público em relação ao brasileiro. Respeito opiniões divergentes e não estou aqui para convencer a todos. Não tenho esta pretensão. Só quero passar dados para que as pessoas façam sua análise e democraticamente criem sua opinião. Todos têm meu respeito, mesmo esta parcela diminuta. São 220 milhões (de brasileiros)? Respeito, sim

Sobre os atacantes convocados

– Eu quero bater em uma tecla de equilíbrio, ele é fundamental. Na vida, não só no esporte. Há uma geração de atletas de alto nível, que estão se convocando. Eles estão buscando, com desempenho alto. Há uma versatilidade e priorizamos atletas importantes no meio para frente, mas não foge da ideia de equipe equilibrada. Para vencer em alto nível precisa de criação e gol. Isto não quer dizer que consistência defensiva não gera o ponto de equilíbrio para vencer. O bom momento deles gerou a convocação.

As dúvidas finais na lista

– Não sei (quanto 2018 influenciou na lista). Alguma coisa incorporei, mas é cruel comparar as situações. Esquece Adenor, sem a campanha de 2018 não seria convidado a permanecer. O desempenho trouxe a chance de continuar o trabalho. Os atletas, com este trabalho todo nas diferentes áreas, dá consistência. O trabalho com base… podem me chamar de demagogo, mas vou fazer o que a minha racionalidade manda. O trabalho todo refletido, com o crescimento dos atletas dá chance de responder se somos uma das favoritas na Copa. E eu tenho gratidão a isso.

 

Fonte: Globo Esportes

Comentários
COMPATILHAR: