Cruzeiro cria chances na altitude, mas peca nas finalizações e empata na estreia da Libertadores

Raposa jogou melhor e teve chances de vencer o Universitario, mas ficou no 0 a 0

Raposa jogou melhor e teve chances de vencer o Universitario, mas ficou no 0 a 0

Não foi um jogo de alto nível técnico, mas o Cruzeiro foi superior ao Universitario e poderia ter vencido o clube boliviano em sua estreia na Copa Libertadores, nesta quarta-feira. A Raposa desperdiçou muitas chances e acabou ficando no 0 a 0 na altitude de 2.800 metros de Sucre.

O clube celeste teve as melhores oportunidades e lutou até o segundo tempo, mas teve a vida complicada depois da expulsão do camaronês Joel, aos 38 da etapa final. Coube aos atletas em campo segurarem o empate fora de casa nos minutos finais, que deixa o Grupo 3 embolado. Agora, todos os clubes da chave têm um ponto.

O Cruzeiro agora dá uma pausa na Libertadores e volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. No sábado, o clube celeste enfrenta o Tupi, em Juiz de Fora, às 16h, para manter a liderança da competição. A Raposa volta ao torneio continental na terça-feira, dia 3 de março, às 22h, quando recebe o Huracán-ARG, no Mineirão.

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Cruzeiro cria chances na altitude, mas peca nas finalizações e empata na estreia da Libertadores

Raposa jogou melhor e teve chances de vencer o Universitario, mas ficou no 0 a 0.

Raposa jogou melhor e teve chances de vencer o Universitario, mas ficou no 0 a 0.

 

Não foi um jogo de alto nível técnico, mas o Cruzeiro foi superior ao Universitario e poderia ter vencido o clube boliviano em sua estreia na Copa Libertadores, nesta quarta-feira. A Raposa desperdiçou muitas chances e acabou ficando no 0 a 0 na altitude de 2.800 metros de Sucre.

O clube celeste teve as melhores oportunidades e lutou até o segundo tempo, mas teve a vida complicada depois da expulsão do camaronês Joel, aos 38 da etapa final. Coube aos atletas em campo segurarem o empate fora de casa nos minutos finais, que deixa o Grupo 3 embolado. Agora, todos os clubes da chave têm um ponto.

O Cruzeiro agora dá uma pausa na Libertadores e volta suas atenções para o Campeonato Mineiro. No sábado, o clube celeste enfrenta o Tupi, em Juiz de Fora, às 16h, para manter a liderança da competição. A Raposa volta ao torneio continental na terça-feira, dia 3 de março, às 22h, quando recebe o Huracán-ARG, no Mineirão.

Redação do Jornal Nova Imprensa Superesportes

Comentários

Sobre o autor

André Ribeiro

Designer do portal Últimas Notícias, especializado em ricas experiências de interação para a web. Tecnófilo por natureza e apaixonado por design gráfico. É graduado em Bacharelado em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.