O campeão brasileiro de 2013, Cruzeiro, dominou a premiação do Bola de Prata, organizado pela revista Placar e o canal ESPN Brasil. A Raposa teve cinco jogadores na seleção do Campeonato Brasileiro e ainda Everton Ribeiro foi eleito como o craque da competição, levando a Bola de Ouro.
Os cruzeirenses que entraram na seleção foram o goleiro Fábio, o lateral-direito Mayke, o zagueiro Dedé, o volante Nilton e o meia Everton Ribeiro.
Dedé comentou sobre a rápida adaptação ao time que o contratou no início do ano e o fez recuperar seu futebol e o recolocar na Seleção Brasileira. Agora, o zagueiro espera ser coroado também com uma vaga na Copa do Mundo de 2014.
Foi fácil, o ambiente é muito bom, construí amigos rápido. Sou um cara tranquilo para isso. Foi uma adaptação muito rápida e facilitou essa volta por cima. Tive um 2012 complicado, com lesão. Comecei muito bem, mas essa lesão chata me atrapalhou o resto do ano. É gratificante, é satisfatório quando a gente chega para receber um prêmio como o Bola de Prata, disse, durante a entrega do prêmio.
Eleito craque do campeonato pela segunda vez, neste ano, Everton Ribeiro também recebeu o prêmio da CBF. Everton confessou que ainda não conseguiu mensurar o peso de tudo que está colhendo no final da temporada. O meia fez questão de exaltar o Cruzeiro e colocá-lo como sério candidato aos título que disputará em 2014.
?Noção eu ainda não tenho, a ficha não caiu. Mas é uma honra estar participando de uma seleção com tantos craques e ser eleito o melhor do campeonato. Não tem coisa melhor. Todo mundo sonha com esse momento, e eu sou um dos poucos que pode conquistar isso, declarou.
?Everton Ribeiro foi o segundo jogador do Cruzeiro a ganhar a Bola de Ouro. O outro foi Alex, em 2003, quando o time celeste conquistou também o título nacional.
Um jogador do Atlético também entrou na seleção. Diego Tardelli foi eleito um dos atacantes de destaque do campeonato, ao lado de Walter, do Goiás. O Alvinegro colecionou ótimas atuações mesmo com seu time fora da briga pelo título e usando a competição para se preparar para o Mundial de Clubes.
O goleiro Fábio, um dos premiados, passou por um imprevisto e se atrasou, por isso foi o último a ser anunciado como vencedor do prêmio. Ele cruzou com a torcida do Atlético no aeroporto de Confins e foi hostilizado.
Passado o susto, ele conseguiu chegar a tempo e, junto com os demais jogadores do Cruzeiro, fizeram uma homenagem a Dirceu Lopes, craque do passado celeste, entregando a Bola de Ouro simbólica a ele, que foi o destaque do Nacional de 1971, época que não existia a premiação.
Confira todos os premiados e a seleção do Bola de Prata:
Goleiro: Fábio (Cruzeiro)
Zagueiros: Dedé (Cruzeiro) e Rodrigo (Goiás)
Laterais: Mayke (Cruzeiro) e Alex Telles (Grêmio)
Volantes: Nilton (Cruzeiro) e Elias (Flamengo)
Meias: Seedorf (Botafogo) e Everton Ribeiro (Cruzeiro)
Atacantes: Walter (Goiás) e Tardelli
Artilheiro do Brasileirão: Éderson (Atlético-PR) 21 gol marcados
Artilheiro da temporada (Chuteira de ouro): Hernane (Flamengo) 36 gols
Bola de Ouro: Everton Ribeiro (Cruzeiro)

Comentários