O Palmeiras perdeu. Fortaleza e Flamengo empataram. O Galo, que já era líder com cinco pontos de frente, tinha a chance de aumentar a vantagem sobre os adversários. E conseguiu fazer isso, mas não exatamente como o torcedor gostaria.

Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico Cuca admitiu que o time também tinha a ambição de vencer e fechar uma “rodada perfeita”, mas fez questão de valorizar o empate contra o Fluminense, por 1 a 1, fora de casa.

“A expectativa também era nossa, mas quando você tem nove vitórias seguidas e depois vem um empate, não é ruim não, o ruim era perder. Leva-se um ponto que pode ser muito valioso”, afirmou.

O Galo saiu em desvantagem no placar, após gol de Fred no primeiro tempo, mas contou com a força do banco para buscar o empate. Sasha entrou no decorrer do jogo e marcou o gol atleticano, contando ainda com assistência de Nathan, que também era reserva e entrou no segundo tempo.

Cuca valorizou a luta do time para buscar ao menos um ponto fora de casa e destacou que o Atlético teve maior domínio do jogo e criou chances até mesmo para vencer a partida no Rio.

“Nós dominamos, controlamos, tivemos a posse de bola absoluta do jogo, criamos as oportunidades, a bola deu na trave duas vezes e não entrou, na terceira ela entrou. Atlético jogou bem, saiu atrás, teve que ter paciência, calma para achar os espaços e construir as jogadas. Construiu e fez por merecer o gol do empate, pelo menos”, disse o técnico.

O Atlético segue líder do Brasileirão com 38 pontos, seis a mais que o Palmeiras, segundo colocado com 32 pontos.

DUELO PELA COPA DO BRASIL – Atlético e Fluminense voltam a se enfrentar ainda essa semana, mas dessa vez pela Copa do Brasil. A primeira partida das quartas de final acontece na quinta-feira (26), às 21h30, no Rio.

Cuca afirmou que vai mostrar para os jogadores as lições aprendidas no jogo desta segunda (23), visando estar ainda mais preparado para o próximo duelo.

Além disso, o técnico destacou que, apesar das excelentes campanhas na Libertadores e no Brasileiro, a Copa do Brasil também é uma prioridade para o Atlético, que vai brigar firme pelo título.

“A prioridade é sempre o próximo jogo, quinta-feira (26), pela Copa do Brasil. A competição não fica em segundo plano. Eu particularmente não penso em prioridade nenhuma, ainda que a Libertadores esteja bem mais afunilada, você está a três jogos para ser campeão, mas a Copa do Brasil também está afunilada, é uma competição muito atraente por diversos fatores, mas o principal deles é poder levantar a taça”, completou.

Fonte: Itatiaia

Comentários
COMPATILHAR: