Essa semana, o curso de Medicina Veterinária recebeu peças plásticas que serão utilizadas nas aulas práticas. Segundo o coordenador do curso, Prof. Ms. Dênio Garcia Silva de Oliveira, as peças imitam a textura e a espessura da pele animal e servirão para os acadêmicos praticarem os conceitos teóricos que aprendem em sala de aula. ?Dessa forma, pouparemos os animais, que não serão mais utilizados como cobaias nas aulas práticas. O UNIFOR-MG dá o primeiro passo para a diminuição da prática de vivissecação, ou seja, a não utilização de sacrifício de animais para as aulas práticas das disciplinas de Semiologia, Anatomia e Técnica Cirúrgica?, explica.

São três peças ao todo. Uma delas imita o tecido animal e serve para o treino da técnica de incisão e sutura, após as cirurgias. Outra é uma cópia da pata dianteira de um cachorro, com a presença de osso e ligamentos, para a prática de redução de fraturas. A última peça servirá para a prática de semiologia, tal como soroterapia, aplicação de medicamento e punção de veias e artérias. ?Essa aquisição mostra que o UNIFOR-MG é uma Instituição preocupada com o cuidado dos animais e também que acompanha as transformações e tecnologias desenvolvidas para o espaço educacional?, fala o coordenador.

Comentários
COMPATILHAR: