Calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em convênio com a Caixa Econômica Federal, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou, no mês passado, alta de 0,76%, ficando bem acima da taxa de 0,43%, verificada em fevereiro.
No primeiro trimestre, o índice acumula alta de 1,62%, próximo dos 1,66% verificados no mesmo período do ano passado. De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (8) pelo IBGE, a alta do índice foi pressionada pelos reajustes salariais na Bahia e no Rio de Janeiro.
A parcela referente à mão de obra teve alta de 1,31%, ante a taxa de 0,56% de fevereiro. Materiais como tijolo, pedra, areia, terra, cimento e ferro variaram 0,35% em março. Em fevereiro, a taxa foi de 0,34%.
O Sinapi serve como referência para elaboração, avaliação de orçamentos e acompanhamento de custos na execução de obras públicas.

Comentários