Por determinação do chefe do Executivo municipal algumas mudanças importantes ocorreram no quadro do secretariado, desde segunda-feira (1º).
Houve a exoneração do secretário de Obras, Ney Heitor de Araújo e da senhora Joyce de Melo Franco Vieira que ultimamente respondia pela pasta da Comunicação, depois de breve estágio na Gestão Ambiental e que, na prática atendia os interesses do governo na área da Agricultura e Pecuária, área subordinada à secretaria de Desenvolvimento Econômico e Parcerias.
Como secretário de Obras, foi nomeado o engenheiro Paulo Cohen, de Belo Horizonte e como adjunto permanece Edgard José Teixeira.
Na Secretaria de Saúde, foi confirmado como secretário, Rafael Tomé. Geraldo Reginaldo de Oliveira que ali prestava serviços apenas como colaborador, foi deslocado para a Secretaria de Educação, onde atuou com brilhantismo no governo passado.
Amilton do Vale deixou a Secretaria de Educação e assumiu desde o dia 2 de abril a Secretaria de Comunicação, tendo ainda a incumbência de assessorar diretamente o prefeito Moacir Ribeiro, inclusive nas gestões que o mesmo vier a fazer junto a órgãos do Estado e da União
Ao que o jornal Nova Imprensa apurou, esta é apenas a primeira ?mexida? na estrutura.
?É compreensível que decorridos os primeiros 90 dias de governo, uma análise mais pontual seja feita, observando-se os dados que certamente se encontram nas mãos dos que de fato influem nas decisões de governo, e que, os ajustes necessários ocorram?, comentou um influente membro do primeiro escalão.

Comentários
COMPATILHAR: