As ondas severas de calor pelas quais Formiga e a região têm passado há mais de duas semanas, com 5 ou 6 graus na temperatura a mais do que o de costume, podem trazer riscos à saúde.

Por este motivo, a chefe da Defesa Civil de Formiga, Vera Moreira, divulgou orientações para evitar problemas. “É preciso cuidado redobrado com crianças e idosos, mas a população em geral deve se cuidar, pois é normal que a saúde fique vulnerável por causa deste fenômeno, uma vez que estamos na primavera e as temperaturas deveriam estar bem mais amenas”, explicou

Ainda de acordo com a chefe da Defesa Civil alguns cuidados são fundamentais:

_ ingerir, pelo menos, três litros de água por dia;

_ manter o uso de roupas frescas;

_evitar ficar exposto ao sol entre 10h e 16h;

_ umidificar o ambiente com toalhas molhadas;

_ umidificadores de ar;

_ Transitar no sol ou fazer alguma atividade só no caso de muita necessidade.

Vera Moreira ainda discorre sobre sinais de que o corpo já está desidratado: “Em caso de sonolência e abatimento, tomar os cuidados com a desidratação, isso vale também para os animais. A umidade relativa do ar tem se mantido abaixo de 20% e é preocupante uma vez que precisamos de 60% para manter a normalidade do Organismo”

De acordo com a chefe da defesa cicil, há previsão de chuva para nossa região a partir de de amanhã (10), mas as temperaturas continuam altas, de acordo com os dados do IGAM SIMGE e INMET.

COMPATILHAR: