Dia 08 de maio de 1945. Há sessenta e três anos, a Segunda Guerra Mundial chegava ao fim, marcando com tristeza e dor o passado. Essa data também testemunhou a vitória dos valores da justiça, liberdade e democracia sobre a tirania e insensatez do regime nazi-fascista. Ao mesmo tempo, o Dia da Vitória convida à reflexão sobre os fatos sombrios que resultaram do emprego da violência na busca de superação das dissensões políticas, econômicas e ideológicas.
Durante os primeiros anos da Segunda Guerra Mundial, o governo do Estado Novo não tomou posição, mantendo neutralidade com respeito às nações envolvidas no conflito. À medida que a guerra evoluiu, envolvendo os Estados Unidos, a política de solidariedade continental levou o Brasil a se alinhar entre as nações democráticas. Em janeiro de 1942, o Brasil defendeu a política continental de apoio aos Estados Unidos. Em março, pelos acordos de Washington, foram cedidos vários pontos do Nordeste do país para servirem de bases navais e aéreas aos norte-americanos.
Desde fevereiro, os alemães torpedearam muitos navios brasileiros. Ao todo, dezenove embarcações navegando sob bandeira brasileira foram afundadas, com centenas de vítimas, até que, em agosto de 1942, o governo do Brasil resolveu romper relações com os países do Eixo e declarar-lhes guerra.
No total, 37 oficiais do exército da cidade de Formiga foram enviados à guerra. Todos entraram diretamente no conflito e viveram os horrores dos campos de batalha. E dos 37 oficiais, todos os 37 retornaram com vida.
O dia da vitória é celebrado todos os anos por oficiais do exército e por jovens alistados no Tiro de Guerra 04-030 em nosso município. Este ano, durante o evento, estiveram presentes três oficiais chamados de ?Expedicionários?, que estiveram na Guerra. Os oficiais eram Aduílio Gomes, Olivério Simões e Francisco Moreira.

Comentários