A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta terça-feira (2) que irá negociar com as centrais sindicais a proposta de reajuste do salário mínimo do ano que vem. Nós vamos de maneira sistemática valorizar o salário mínimo, disse a petista em entrevista ao Jornal da Band.
Dilma afirmou que pretende manter a fórmula de reajuste que considera a inflação do ano anterior àquele em que é dado o aumento e o valor do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores.
Como o PIB do ano passado foi zero, a inflação seria o único aumento. Estamos discutindo com as centrais um aumento maior que esse, disse Dilma, sem citar o fato de que em 2010 o crescimento do PIB será alto, o que irá impactar no reajuste de 2012.
Ela voltou a dizer que pretende ser a presidente de todos os brasileiros e que vai conversar com a oposição. Eu farei todo o esforço no sentido de reunir o Brasil todo no crescimento do país, disse.
Dilma foi questionada sobre a declaração do presidente do PT, José Eduardo Dutra, de que é candidata natural em 2014. A praxe é essa. Eu acho que essa praxe que o presidente eleito tem direito à reeleição. Não é cabível discutir isso agora, respondeu.
Cargos
A petista afirmou que terá todo cuidado no preenchimento de cargos ao combinar capacidade técnica e liderança jurídica. Ela também prometeu indicar o máximo de mulheres para o governo.
Segundo Dilma, não há uma briga por cargos entre os aliados. A mim a briga ainda não chegou. Não tenho evidência de que exista briga por cargos?.
A presidente eleita prometeu tratar com rigor com desvios éticos em seu governo. Sobre a questão agrária, ela disse que irá enfrentar a questão com equilíbrio.
A petista ainda reafirmou compromisso da liberdade de imprensa. Declarou ser contra qualquer tipo de controle da mídia, mas defendeu o estabelecimento de um marco regulatório para o setor.
Bolsa Família
Dilma Rousseff declarou anteontem à TV Brasil que pretende reajustar o valor do benefício pago pelo Bolsa Família. Ela disse que vai avaliar o impacto da medida no orçamento previsto para 2011.
Supremo
O ex-coordenador do programa Bolsa Família, o mineiro Patrus Ananias, é cotado para assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal, no lugar de Eros Grau, que se aposentou em 19 de agosto.

Comentários
COMPATILHAR: