Da Redação

As passagens de nível do Pontilhão de Ferro, na avenida Geraldo Almeida e a localizada  na rua Padre Remaclo Fóxius (Mina Santa) ficaram sem guariteiros durante toda a noite de domingo (24), devido ao atraso no pagamento dos salários de parte dos funcionários públicos municipais.

O trabalho dos servidores é controlar a passagem dos trens, baixando as cancelas, e evitando acidentes. Apesar da importância do serviço para a segurança da população, uma vez que a linha férrea corta a cidade em uma dezena de pontos, em protesto pelo atraso no pagamento ainda referente ao mês de março, os guaritreiros decidiram não comparecer ao trabalho.

Diante da situação, fica a pergunta: Em caso de acidentes, quem será responsabilizado? O servidor que não compareceu ao trabalho, ou a Prefeitura que no dia 24 de abril ainda não havia quitado o salário de parte dos funcionários?

Dois guariteiros, o fiscal e o funcionário administrativo que controla as escalas de serviço, acompanhados pelo secretário de Comunicação estiveram na sede do portal e afirmaram trabalharam no período diurno e um faltante da noite (guarita da  Geraldo Almeida) foi substituído pelo fiscal. Também informaram receberam os salários referentes ao mês de março no dia 4 de abril, uma vez que são  concursados.

Atualizada  às 17h20

 

 

 

Passagem  de  nível da avenida Geraldo Almeida (Foto: Street View / Goolgle 2011)

Comentários
COMPATILHAR: