Em sua primeira reunião, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Barragem de Brumadinho teve eleitos por unanimidade, nesta terça-feira (19), os deputados Gustavo Valadares (PSDB) e Sargento Rodrigues (PTB) como presidente e vice-presidente, respectivamente.

Formalizada no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) no último dia 13, a CPI teve o deputado André Quintão (PT) designado como relator.

O presidente eleito anunciou que as reuniões ordinárias da comissão serão realizadas às quintas-feiras, às 9h30, e convocou, ainda para esta terça (19), reunião extraordinária, às 17 horas, quando deverão ser votados requerimentos da CPI.

Gustavo Valadares (PSDB) – Foto: Portal do PSDB

Sargento Rodrigues (PTB) Foto: Flávia Bernardo

A comissão foi criada para apuração dos fatos relativos ao rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), ocorrido em 25 de janeiro.

A tragédia na mina da Vale fez mais de 300 vítimas, entre mortos e desaparecidos. Conforme o Regimento Interno da ALMG, a CPI possui poderes de investigação próprios das autoridades judiciais e terá prazo de 120 dias para apuração dos fatos, prorrogável por mais 60.

Primeiro signatário do pedido de instalação da CPI, assinado também por outros 73 deputados e deputadas, Sargento Rodrigues disse que a CPI da Barragem de Brumadinho, por ter recebido esse nome, não deve servir para estigmatizar socialmente o município.

“Temos na verdade a CPI da tragédia da Vale”, frisou o vice-presidente, que classificou como “genocídio de mais de 300 pessoas” o rompimento da barragem no município, além de mencionar a devastação do meio ambiente e também da memória e da cultura da comunidade local provocadas pelo desmoronamento da mina Córrego do Feijão.

“O objetivo maior da CPI é ter resultados práticos que possam corresponder à responsabilidade que nos foi dada pela sociedade”, acrescentou o presidente, desejando sucesso a todos os 14 deputados que compõem a CPI, entre efetivos e suplentes.

 

Fonte: ALMG ||

Comentários
COMPATILHAR: