Como se não bastasse ver um familiar se destruir por causa das drogas, muitos parentes de dependentes químicos ainda enfrentam a dor de não saber o paradeiro da pessoa querida.
A cada cem desaparecidos em Minas Gerais, 18 são usuários de drogas, segundo dados da Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida da Polícia Civil em Minas. Vários deles somem mais de uma vez e são encontrados dentro de favelas, consumindo entorpecentes e reféns de traficantes. Em média, todos os dias, dez pessoas somem sem dar notícia no Estado.
De acordo com o delegado Dagoberto Alves Batista, muitas vezes, o usuário desaparece porque está fugindo da polícia ou de traficantes. ?Em alguns casos, eles são encontrados mortos ou envolvidos com crimes ligados à droga?,explicou. Segundo ele, também acontece de os usuários serem encontrados dentro de aglomerados, mantidos em cárcere privado ou trabalhando para traficantes, em troca da droga.
?Para conseguir consumir (o entorpecente), eles acabam tendo que trabalhar para o tráfico, porque ficam devendo (ao traficante). Já achamos pessoas bem de vida, como filho de médico, na pedreira Prado Lopes usando droga?, destacou o policial.
Especialista
Ainda não é possível apontar relação direta entre a droga e o desaparecimento, segundo o sociólogo Luís Flávio Sapori, coordenador do Centro de Pesquisa em Segurança Pública da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). ?A pessoa vai para as ruas usar droga, mas sempre mantém contato com a família. O sumiço pode ser muito mais por causa de um conflito familiar do que pelo consumo em si?, defendeu.
Balanço
Nos quatro primeiros meses deste ano, conforme a Polícia Civil, já são 669 desaparecidos em Minas ? 32 crianças e 209 adolescentes.
Alerta
Cerca de quatro crianças e adolescentes desapareceram por dia, em todo o Estado, em 2012. Em dezembro do ano passado, em cumprimento a uma lei federal que prevê a busca imediata de menores, foi lançado o programa Alerta Minas.
Parceria
A Polícia Civil e o Grupo PAD de Comunicação Visual fizeram parceria para ampliar a divulgação de imagens de desaparecidos. As fotos são exibidas em painéis eletrônicos de dez movimentadas avenidas de Belo Horizonte.
Como ajudar
Para mais informações sobre pessoas desaparecidas, acesse o portal www.desaparecidos.mg.gov.br. Quem puder colaborar com as investigações deve telefonar para 0800 2828 197.

Comentários