Em menos de uma semana, dois casos de estupro foram divulgados pela Polícia Civil e uma tentativa de estupro divulgada pela Polícia Militar (todos já divulgados pelo portal).

O caso mais chocante se tornou público durante coletiva de imprensa convocada pela Polícia Civil, na sexta-feira passada (4). Um homem de 32 anos é suspeito de estuprar a própria mãe, de 63 anos, internada no hospital em Formiga, vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

De acordo com a delegada Luciana de Souza Silva, responsável pela Delegacia de Orientação e Proteção à Família, no dia 13 de fevereiro, enfermeiras e acompanhantes de outros pacientes internados na Santa Casa de Formiga presenciaram o crime. “Uma testemunha viu quando ele se deitou sobre o corpo da mãe dele, colocou a mão na genitália dela, nos seios, com o pênis ereto, fazendo movimentos enquanto perguntava se ela estava gostando. Ele quem dava banho na paciente e chegou a proibir que as enfermeiras dessem banho nela. Foi comprovado ainda, que ele estava com uma garrafa de bebida alcoólica (cachaça) no hospital”, disse a delegada.

Luciana explicou que nas investigações, foi confirmado que ele já chegou a dar uma paulada na cabeça da mãe, que já sofria com os abusos praticados pelo suspeito. Para uma testemunha, a mulher chegou a confirmar as ações do filho, mas para a polícia ela negou.

O homem está sendo investigado por lesão corporal, estupro, constrangimento e ameaças.

 

Suspeito de estuprar uma menina de 10 anos, em Pimenta (Foto: Divulgação Polícia Civil)

Já na terça-feira (8), a Polícia Civil cumpriu, em Pimenta, um mandado de prisão temporária em desfavor de um homem de 25 anos. Ele é suspeito de estuprar  uma garota de 10 anos.

A criança relatou que no domingo (6) estava na casa do suspeito, que é marido da tia dela, momento em que ele mostrou-lhe o pênis, retirou as roupas da criança, aplicou-lhe uma cera depiladora na região pubiana e passou a língua por duas vezes no local. De acordo com a vítima, o homem já havia praticado abusos contra ela há alguns meses, mas a menina não teve coragem de contar a ninguém.

O delegado Danilo César Basílio disse que o indivíduo responderá pela sua conduta  de acordo com o artigo 217 A do Código Penal (estupro de vulnerável). Se condenado, poderá pegar de 8 a 15 anos de prisão. O inquérito será concluído em 10 dias.

O homem foi interrogado e conduzido para a Penitenciária Regional de Formiga, onde está à disposição do Judiciário.

Na quarta-feira (9), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de tentativa de estupro em Formiga.

Uma mulher de 28 anos foi abordada por um indivíduo de estatura mediana, branco, olhos e cabelos claros, obeso, quando transitava pela rua Padre Remaclo Fóxius, no bairro Santo Antônio.

A vítima conseguiu se desvencilhar do homem e correu em direção ao local de trabalho dela. Não foi possível definir a rota de fuga do suspeito.

Na quarta-feira (9), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de tentativa de estupro em Formiga.

Uma mulher de 28 anos foi abordada por um indivíduo de estatura mediana, branco, olhos e cabelos claros, obeso, quando transitava pela rua Padre Remaclo Fóxius, no bairro Santo Antônio.

A vítima conseguiu se desvencilhar do homem e correu em direção ao local de trabalho dela. Não foi possível definir a rota de fuga do suspeito.

Comentários
COMPATILHAR: