Na tarde desta terça-feira (10), dezesseis empresas realizaram visita técnica ao Estádio Governador Magalhães Pinto, (Mineirão), para conhecer as condições das obras do processo de licitação em andamento e cujas propostas serão recebidas na próxima terça-feira (17). O mesmo compromisso foi cumprido pela manhã, por 35 empresas, no Estádio Independência.
De acordo com o diretor geral do Departamento de Obras Públicas do Estado de Minas Gerais (Deop/MG), João Fleury, as visitas técnicas estão previstas na Lei Federal 8.666 e a declaração de comparecimento é documento essencial para participar do processo de licitação. A empresa que não apresentá-la é automaticamente inabilitada.
O objetivo da visita é fazer com que a empresa conheça as condições gerais para realização dos trabalhos evitando que, no futuro, possa alegar desconhecimento para justificar atrasos ou pleitear mudanças nos contratos. A empresa precisa enviar para a visita um responsável técnico, engenheiro ou arquiteto, devidamente credenciado.
De acordo com o diretor geral do Deop/MG , a partir dessa visita, a empresa está ciente de como fará para deslocar trabalhadores, necessidade de equipamentos, colocação ou não de tapumes, entre outros critérios essenciais para as obras.
Obras
A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), por meio do Deop/MG, realizará as obras de modernização do Mineirão em três etapas, com início em fevereiro de 2010 e término previsto para dezembro de 2012, com o fechamento em junho do ano que vem. Na primeira etapa serão executados os serviços de recuperação e proteção das estruturas com intervenções para correção de imperfeições, como reforço na estrutura das bases de sustentação e cobertura do estádio. Para essa fase das obras, estão previstos investimentos de R$ 8,3 milhões.
O Independência passará por uma revitalização completa, oferecendo melhor infraestrutura para a realização de grandes jogos dos principais campeonatos de futebol. A capacidade de público será ampliada de 10 mil para 25 mil lugares assentados e cobertos e será construído um estacionamento com 500 vagas. Para a reforma do estádio serão investidos R$ 50 milhões, sendo R$ 20 milhões do Governo de Minas e R$ 30 milhões do governo federal.

Comentários