A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) anunciou para esta segunda-feira (5) o início das inscrições para o processo seletivo que recrutará 322 novos agentes socioeducativos para Minas Gerais. Porém, quem tentou fazer o cadastro para concorrer a uma das vagas, não conseguiu.

página disponível para inscrição está fora do ar. Conforme a Sesp, foi preciso “suspender temporariamente as inscrições no Processo Seletivo Simplificado Edital nº 006/2018, para adequações no sistema de inscrições, ainda sem previsão para retorno”.

Procurada pela reportagem, a pasta não informou se o prazo para inscrição, que incialmente encerraria-se nesta terça-feira (6), será prorrogado. A Sesp limitou-se a garantir que o candidato não será prejudicado.

Seleção

O Governo de Minas selecionará 322 novos agentes – sendo 298 destinados para homens, 29 vagas reservadas para pessoas com deficiência e 24 para mulheres. As vagas serão distribuídas para 15 regiões e também para cadastro de reserva. A remuneração é de R$4.098,45, para uma carga horária de 40 horas semanais em regime de dedicação exclusiva.

Não trata-se de concurso público e sim de instrumento convocatório para “contratação administrativa excepcional e temporária dos agentes”. O processo seletivo é composto por quatro fases: análise de currículos; comprovação de idoneidade – investigação social; avaliação psicológica; e curso introdutório.

Para inscrever-se no processo seletivo, os candidatos precisam ter o Ensino Médio completo. A inscrição é gratuita e será feita online.

Função

Dentre as funções das vagas estão: exercer atividades de vigilância e escolta nos espaços intramuros e extramuros das unidades da Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semiliberdade; garantir a integridade do patrimônio e a segurança dos servidores em exercício nas unidades de atendimento; assegurar o cumprimento das medidas socioeducativas; e atuar como orientador no processo de reinserção social do adolescente em conflito com a lei.

 

 

Fonte: Hoje em Dia ||

Comentários
COMPATILHAR: