Trinta minutos por dia, cinco vezes por semana. Esses são o tempo e a frequência necessários para permanecer saudável. Na quarta-feira (6), data em que é comemorado o Dia Mundial da Atividade Física, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) destaca a importância de se exercitar, prática que pode trazer inúmeros benefícios, principalmente para as pessoas da terceira idade.
Implantado em 2003, o programa Agita Minas atua, com metodologia utilizada pela SES, para incentivar a prática regular da atividade física, visando à melhora da qualidade de vida. ?A intenção é provocar nas pessoas a necessidade de praticar atividades físicas, movimentando a musculatura do corpo. A caminhada, por exemplo, pode se tornar um hábito saudável, muito simples de ser colocado em prática?, explica a responsável técnica do Núcleo de Atividade Física, que gerencia o programa, Conceição Aparecida Moreira.
Por meio das Gerências Regionais de Saúde, as ações propostas pelo programa são multiplicadas para os municípios. O repasse de recurso federal para incentivo da prática de exercícios, previsto em algumas portarias do Ministério da Saúde, também é uma das atribuições do núcleo. ?Todas as recomendações são baseadas no que prescreve a Organização Mundial de Saúde?, reitera Conceição.
Benefícios
A prática regular de atividade física pode favorecer, por exemplo, a prevenção de doenças e problemas como diabetes, colesterol alto e triglicérides, ?por isso o grupo da terceira idade deve se exercitar continuamente, pois esta faixa etária é mais propensa a essas doenças?, analisa a responsável técnica do núcleo.
Contudo, outros objetivos do programa são reduzir o sedentarismo e estimular o uso de áreas físicas públicas já existentes para a prática de atividade físico-esportiva e de lazer; aumentar o nível de conhecimento da população de Minas Gerais a respeito dos benefícios de um estilo de vida e alimentação saudável; e estimular as ações permanentes de promoção da saúde através da atividade física.
Atividades físicas e boa alimentação fazem bem à saúde. Além de controlar o peso, a pressão arterial e a glicose do sangue, aumentam a resistência física e fortalecem os ossos.
Para conciliar a prática da atividade física aos afazeres habituais é importante mudar alguns costumes. O ?Agita Minas? recomenda atividades simples como passear com o cachorro, mudar de canal sem utilizar o controle remoto, cuidar do jardim, entre outros.
Sedentarismo
Estimativas apontam que o sedentarismo atinge, atualmente, cerca de 70% da população. Isso faz dele um dos principais fatores de risco das doenças do aparelho circulatório, além do diabetes, depressão e a osteoporose.
A atividade física pode reduzir o risco de surgimento de doenças não transmissíveis, além de melhorar a qualidade de vida dos que já apresentam alguma doença, contribuindo para diminuir o aparecimento de seqüelas. E mais, reduz o uso de medicamentos e o número de internações, gerando economia aos cofres públicos.

Comentários
COMPATILHAR: